18/06/2014

RAIZES

Re-re-editado

Solução :

Neste dia, saído do Metro em Martim Moniz, subi, por escadinhas mais escadinhas, centenas de degraus, vielas e mais vielas, parando aqui ou ali para apreciar as vistas, óptimos miradouros, até ao Castelo, descendo depois até aqui,


                                                               onde "mirei" novamente,

                                                                    fui descendo,

                                               passei pelo miradouro de Santa Luzia,

deparou-se-me esta dita "Bela Sombra" (também conhecida como árvore elefante) no Largo do Limoeiro,

                                    que me deu de imediato a ideia para "enigma" no blog,

                                                     mais abaixo, lá ao fundo,  encontrei a Sé,

Da Sé, atravessando toda a zona pombalina, subi ao Chiado até ao S. Carlos, vi onde nasceu Fernando Pessoa, fui até à Brasileira tomar com ele um café, uma saltadinha ao Carmo e ao Elevador, desci ao Cais do Sodré, ao Metro e é assim, caminhando, parando, olhando e vendo, que se fica a conhecer as coisas.

Claro que com muitas paragens pelo meio, aqui ou ali, para apreciar mais demoradamente cada local e petiscando aqui ou ali. ...
Quantos kms ? ... ahahah... nem quero saber ! :))))
No dia seguinte novo itinerário estava previsto ! :))

Quanto aos palpites,  a  Graça Sampaio,  a Cantinhodacasa,  a Teté  e a Rosa dos Ventos, acertaram !!!
Obrigado a : Henrique Antunes Ferreira, redonda,  Prof. João Paulo de Oliveira, Flor de Jasmim, Pedro Coimbra,  M.A.A.,  Majo.

Nota : A localização das árvores da última foto, será dica para o próximo enigma, (é lá) também em Lisboa, mas é bastante mais fácil ! :))


DICAS :

Eu já tinha avisado que não seria facilmente identificável por todos, porque se trata de uma árvore numa rua de Lisboa e daí eu ter referido que era um enigma muito €€€€€ (capital - Lisboa) !
Posso também acrescentar que há uma relação indirecta com "limões" e com elefantes.

Eu creio que os habitantes ou turistas de Lisboa, a pé, de carro, ou de eléctrico, já devem ter passado por ela e, distraídos, ainda não repararam nesta raiz "medonha, pelo menos vista do lado da 1ª foto!!!  rsrs

A pergunta que se propõe, é agora : em que rua pode ser vista ? ... os outros ainda terão desculpa, mas os lisboetas não ! rsrsrs




INÍCIAL :

Voltemos aos enigmas ! rsrsrs ... que as "férias" já vão muito longas ! :)))
... e vou anotar as faltas a vermelho ! rsrsrs

Esta raiz é deveras impressionante !!!
Curioso porque muitas das suas arestas se apresentam lisas, tal a frequência de mãos que sobre elas passam e as tocam, mas, sem dúvida que é uma raiz "assustadora"  e com a curiosidade de estar visível, acima do solo, até mais que a altura de uma pessoa  !

 Será que reconhecem a árvore e o local onde se encontra ? 

Vejamos se com os comentários livres poderão dar dicas que eu entenda, mas sem "levantarem o véu". :)))

... e, já agora, seria interessante que conseguissem localizar a de baixo. rsrs



Ajuda :
Entre a árvore das 2 fotos de cima e esta de baixo, distam, em linha recta, cerca de 1700 m.


Claro que compreendo que este enigma não é extensível a todos. Seria impossível ! :))
rsrs... Digamos que é um enigma, na realidade, muito  €€€€€€€  ahahah
.

36 comentários :

  1. Ruiamigo

    Ca gandas raízes. Conheci umas também enormes em Goa: as da árvores das gralhas ou e em África as dos imbondeiros. Mas estas nem sei de que árvore são, quanto mais onde estão. Tens cada uma, caro Rui...

    Abç

    Há muito tempo que não passas na nossa Travessa. EstÁS zangado comigo? Tratei-te mal? Ofendi-te? Estou seguro (olá...) de que não o fiz

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá HenriqueAmigo ! :)

      Estas estão bem mais próximas ! Nem Goa, nem África ! rsrs
      Parece difícil, mas vais ver que vai haver quem saiba ! :)
      Amanhã passarei pela Travessa, mas já estive a ler a tua fantástica estória da “nossa guerra” e da filha que afinal era filho ! eheheh

      Grande abraço ! :)
      .

      Eliminar
  2. Será num jardim muito quente de onde se avista o Tejo?

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por acaso, não sei a que jardim quente te referes, nem deste sítio se avista o Tejo, mas não é num jardim. Vês que na 1^foto há uma porta ? ...
      Se vir que está a ser difícil, amanhã deixarei dicas ! :))

      Abraço !

      Eliminar
  3. No Jardim Zoológico de Lisboa?
    Tenho vagas memórias de haver por lá árvores impressionantes, mas não sei mesmo se poderiam ser estas, por isso vou voltar mais tarde para ficar a saber...
    um beijinho
    Gábi

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também não é no Jardim Zoológico de Lisboa, onde já não vou há mais de 30 anos, Gábi ! Por isso, já não me lembro do tipo de árvores que há por lá ! :)
      Se não houver quem vá dando dicas, darei eu amanhã.

      Beijinhos e até amanhã ! :)
      .

      Eliminar
  4. Os jacarandás de Lisboa, lindos de morrer nos seus tons de azul lilás. E essas árvores com essas raízes estão ali por S. L. uma santa que também tem um belo monumento em Viana...

    Beijinhos lisboetas...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já há bastante tempo que não ia a Lisboa e fiquei surpreendido pela beleza dos Jacarandás floridos, por tudo que era sítio.
      ... e a outra, sabes em que rua pode ser vista ? :)

      Beijinhos à moda do Porto ! :)
      .

      Eliminar
  5. Caro Amigo Rui Espírito Santo!
    Peço-lhe de joelhos e mãos postas que não anote em vermelho no Diário de Classe minha ausência, porque estou tão encantado com meu 3º amor, o João Paulo Trineto de Oliveira Pereira, que deixei de frequentar momentaneamente a Escolinha do Professor Rui da Bica.
    Arrisco dizer de orelha que na próxima visita que farei ao reino distante além-mar tirarei fotografias nesta magnífica árvore, que fica próxima do grande oceano que nos separa (juro pela alma imaculada da megera de Queluz que não palpitei a esmo).
    Caloroso abraço! Saudações arborizadas!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahah… Esses “Trinetos”, ainda para mais “João Paulo”, desculpam todas as ausência e relevam as faltas, caro Amigo ! rsrsrs
      Eu creio que o João Paulo já terá estado a menos de 500 m. desta árvore ! :)
      … Curioso, não é ? rsrsrs

      Abraço !
      .

      Eliminar
  6. E eu não sei, só sei que por estas bandas existem árvores com raízes muito idênticas, parecem muito iguais, mas nenhuma o é.

    Boa semana Rui.

    Beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como já revelei agora, é em Lisboa e concretamente numa rua bastante conhecida e de muita passagem turística ! :)
      Qual será a rua ? … rsrs

      Boa semana, Flor, com mais flores e sorriso ! :)
      .

      Eliminar
  7. Apanhámos o avião e fizemos uma curta viagem para "balhar" com um jardim japonês ali ao pé??
    Aquele abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahah… Fiz uma viagem muito rápida ao Japão, Pedro ! … e trouxe esta foto para comprovar ! :))

      Abraço ! :)
      .

      Eliminar
  8. Não sei onde fica , mas é muito interessante. Esta árvore , deve ter sido atacada por parasitas e como defesa " enquistou-os " digo eu...
    M.A.A.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi isso que me pareceu, M.A. ! … uma árvore (doente ?) que parece ter sido “atacada” por estranha doença, tipo lepra humana, ou coisa no género ! Por isso lhe chamo “medonha” ou “assustadora” ! :)
      .

      Eliminar
  9. Pensei que fosse no Jardim Botânico Tropical!
    Tenho andado muito ocupada...fora de casa e não tive tempo para pesquisar! :)
    Para mim é imperdoável não atinar! :(

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :)) ... Está na rua, Rosa. :))
      Curioso como passa desapercebida aos olhos de quem por ela passa e até com frequência ! :)))
      De qualquer modo, com as novas dicas creio ser fácil encontrá-la ! :))

      Abraço ! :))
      .

      Eliminar
  10. cantinhodacasa17/6/14 22:43

    Rua do Limoeiro, miradouro de Santa Luzia .
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Certíssimo ! rsrsrsrs … um pouquinho abaixo do miradouro ! … tal como a Graça também tinha palpitado ! :)) Largo do Limoeiro. logo no início da rua do mesmo nome.

      Beijinho !
      .

      Eliminar
    2. cantinhodacasa18/6/14 12:44

      Fiz um comentário mas parece-me que não enviei.
      Vou para Sintra fim do mês, depois três dias para Lisboa; tenciono ver toda esta zona, que já conheço, mas a minha amiga Luso-brasileira, não.
      Beijinhos

      Eliminar
    3. Fiquei deveras surpreendido com o "novo" turismo de Lisboa, Cantinho ! :)) Fiquei no Parque das Nações, mas deu para visitar uma grande parte de Lisboa (caminhando muito) ! :)))

      Beijinhos ! :))
      .

      Eliminar
  11. Bom, já foi dada uma dica, que me pareceu mais ou menos certa. Não sei o nome da rua, mas sei que fica em frente à antiga cadeia do limoeiro, e não no miradouro - que fica relativamente perto, é certo.

    Quanto à ultima, pode ser em tanto lado: no parque Eduardo VII, na Estefânia, na Estrela e suponho que também em Campo de Ourique. Não faço e menor ideia da distância, mas sei que o 28 também passa em Campo de Ourique e na Estrela e não no parque. Lisboa está cheia dessas árvores, que julgo serem glicínias... ;)

    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tal como referi acima, certíssimo, Té !
      Quanto à última, é no mesmo local das fotos do próximo enigma, que tens "toda a obrigação" de reconhecer ! Fica como dica . :)) … As árvores são Jacarandá !

      Beijocas ! :)

      Eliminar
  12. Estou completamente a zero.
    Já estou farto de "passear"por Lisboa e nada :(
    Aquele abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :))))) … Acredito que não seja muito fácil para os não moradores, Pedro. No entanto, não deixa de ser curioso que acontece passarmos tantas vezes num local e não nos apercebermos de certos pormenores ! :))
      Abraço !
      .

      Eliminar
  13. Nunca lá passei a pé! :)
    Já está dito que é na Rua do Limoeiro!

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro que sim, Rosa ! :) … Andar a pé é um belíssimo exercício e conseguem-se ver “coisas” que não são tão “visíveis” quando se passa num meio de transporte ! :))

      Abraço ! :)
      .

      Eliminar
  14. Mas conheço bem o Miradouro de Santa Luzia! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :))) ... Logo ali ao lado ! ... uns 30 metros (?). :))))
      .

      Eliminar
  15. ~ Olá, Rui.

    ~ Completamente impossibilitada de fazer pesquisa, porque ando em viagem.

    ~ Passo pelas páginas amigas, a correr, só para deixar um carinho.

    ~ ~ ~ Continuação de um ótimo e divertido Verão. ~ ~ ~

    ~ ~ ~ ~ ~ Beijinhos. ~ ~ ~ ~ ~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Majo ! … Óptimo ! :)) … Recebido, agradecido e retribuído o “carinho” e votos de umas excelentes férias em viagem !

      Beijinhos ! :)
      .

      Eliminar
  16. Voltei para saber e afinal já tinha passado perto desta árvore, só que há muitos anos.
    No próximo nem vou tentar, parece-me muito difícil, mas vou voltar para saber :)
    um beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já desvendado, Gábi ! rsrs … Como eu dizia, há muita gente que já passou por ela, mas não reparou ! :)) O próximo, já de seguida, é também em Lisboa, mas creio que mais fácil ! :)

      Beijinhos
      .

      Eliminar
  17. Vou de férias.
    Estarei de volta lá para meio de Julho.
    Aquele abraço!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa, Pedro ! … Votos de umas excelentes férias, certamente bem merecidas ! Rsrs

      Grande abraço ! :)
      .

      Eliminar