28/07/2015

AMOR IMPOSSÍVEL, POSSÍVEL AMOR - 2



Como já entenderam, trata-se deste livro que enviarei por mail para todos os que comentaram o post anterior !!!

Eu tinha dito que foi o desafio mais fácil de pesquisar de todos os que tinha colocado até agora ! :)
Reparem que bastaria apenas colocar o título do post, que era o mesmo do livro e "baixá-lo" (e-book), passando a ter acesso a todo o conteúdo e aí tirarem todas as dúvidas ! :))) ... mas todos pensaram apenas no "Enigma numérico" e na questão das "diferenças de idades", mas aqui, cometeram o lapso de apenas o entenderem numa idade muito mais adulta ! :)))

SINOPSE :
Fernanda, uma jovem de 14 anos, vê o seu amor secreto ir embora da casa da frente. Ela por anos alimentava uma paixão pelo irmão da melhor amiga, Daniel. Infelizmente, a família de Daniel muda-se para o interior, deixando Fernanda apenas com sua Arca de Tesouros, onde guardava vários objectos que lhe lembravam Daniel.

Por tudo isso, Fernanda começa a ir muito mal na escola e a alternativa é ter aulas de reforço. E é exatamente isso que muda toda a sua vida. Quem começa a dar-lhe aulas é o seu novo vizinho, Bruno, um professor de 28 anos, que a faz começar a descobrir novos caminhos na vida. Fernanda vê-se então na situação de ‘mergulhar no amor impossível e conquistar seu possível amor’.

A história é realmente surpreendente e acaba-se apaixonados pelos personagens, principalmente o Bruno que é muito carinhoso e cuidadoso, e em alguns momentos torna-se frágil perto da miúda.
Um livro delicioso que se lê em cerca de 2 horas !

NA CONTRACAPA DO LIVRO :
Ao tentar decifrar um enigma matemático – “Tenho o dobro da idade que tu tinhas quando eu tinha a idade que tu tens. Quando tu tiveres a minha idade, ambos teremos noventa anos. Que idade eu tinha quando tu nasceste?” -, Fernanda estava, sem saber, mudando o rumo de sua vida.

O que são as diferenças numéricas diante da intensidade dos sentimentos?

Nota : na página 56, Fernanda descobre o enigma colocado pelo Bruno !


RELATIVAMENTE AO POST ANTERIOR :

Claro que tentei desviar a V/ atenção para o "amor impossível" aos enigmas numéricos ! :))
A introdução do Drumond de Andrade, tinha como intenção "focar" esses diversos amores, até para os enigmas e pesquisa, para além de estar em causa o amor a tudo e a todos !
Isso foi uma "brincadeira" intencional, embora perfeitamente dentro do tema ! :))

"Tal como há "amores impossíveis" (... será que há ?)", .... (escrevi eu)

Reparem que há aqui uma nova questão !
Ainda há cerca de um ano (ou menos) idêntica situação, mas real, se colocou quando uma professora de cerca de 31 anos, da Póvoa de Lanhoso, foi suspensa e sujeita a um inquérito com vista a cessar funções por se ter apaixonado por um seu aluno de cerca de 15 anos, amor esse que parece ter sido correspondido !
E aqui é caso de questionar e pôr à discussão : "até que ponto esse amor era "impossível", ou não ?
Se não, porque foi a professora suspensa ? ... e porque genericamente, aqui todos se manifestaram que não havia idades (ou diferenças de idades) para o Amor ?

Falou-se na altura que era uma "atitude propedófila" !(?)...
Ora sobre isso, gostaria também da V/ opinião.
Na minha, só haverá pedofilia se não houver mútuo consentimento numa relação e se assim, sujeita a violência de um "agressor" ou contra vontade de uma "vítima" ! ... No entanto, ... isto parece-me ser uma situação muito sensível e controversa ! (???)

Escrevi :
ehehe… Agora é que estabeleci a confusão ! rsrsrs ... a matemática confunde-se com o português ? ..
" … quando afinal a matemática e o português se confundem ? ..."

Esta é uma reacção da Fernanda perante o Bruno (seu professor), quando descobre as idades no enigma que o seu Professor lhe deu para TPC. Por outro lado, era uma "dica" minha, para os/as levar para a literatura e descobrirem que se tratava de um livro !

Está em aberto, a V/ opinião e a discussão ! :))

.

AMOR IMPOSSÍVEL, OU POSSÍVEL AMOR - 1

Reeditado

Grato a todos os que participaram até agora :

AFRODITE,     ematejoca,    redonda,    Catarina,    Timtim Tim,    Manu,    Janita,    Ricardo Santos,    Teté,    Flor de Jasmim,    lis,    luís rodrigues coelho Coelho,    Portugalredecouvertes

Resposta certa do comentário libertado :

"Depois de resolver um "simples" Sistema de Equações, mas com quatro equações a quatro incógnitas, cheguei à conclusão que o Joaquim e a Luísa têm, no momento presente, 40 e 30 anos respectivamente."

"Há 10 anos atrás o Joaquim tinha 30... a idade que Luísa tem hoje.
O Joaquim tem hoje (aos 40) o dobro da idade que Luísa tinha há 10 anos atrás, quando tinha apenas 20 anos.
Daqui a 10 anos a Luísa terá 40, a idade actual de Joaquim...
E daqui a 10 anos, um com 40 e o outro com 50, a soma das suas idades será de 90 anos."

Portanto, esclarecida a parte correspondente ao enigma numérico !!! rsrs

Poderão continuar a comentar com os comentários livres, mas sobre este tema tenciono fazer de seguida um novo post com todos os esclarecimentos relativos ao texto e ao que fui comentando. 
Creio que ainda ninguém atingiu o "meu objectivo", para além do enigma numérico, com este post. 


INICIAL :



Uma "missão impossível" esta, de fazer com que os gostos (os amores) dos meus leitores/as cheguem aos números (deste desafio) ! ...  loool

Tal como há "amores impossíveis" (... será que há ?), também este, entre os nºs e os gostos dos meus amigos, o parecem ser  ! … mas será que o são, quando afinal a matemática e o português se confundem ? ...

ehehe…  Agora é que estabeleci a confusão ! rsrsrs ... a matemática confunde-se com o português ? ... ??? ... eheheh ... Adiante.

Voltemos aos "amores impossíveis" !  
Não creio que a idade tenha algo a ver com isso.
Outros factores poderão entrar na equação e levar a essa conclusão apenas teórica, porque na prática o amor, ou os amores, tal como escreveu Carlos Drumond de Andrade ( obrigado pela cedência, MANU ) vai muito para alem disso !

O amor, os amores, tudo transcendem !  Não chega todo o infinito para o impedir !
O verbo “sempreamar” , ou o verbo “pluriamar”, que transcendem a própria gramática portuguesa, são de facto a nossa razão de ser e de viver !!!

Ora o incentivo, o apelo  “VAMOS”, de C.D.A., é para que tentemos amar todas as coisas, amar os amigos e as amigas, amar a vida, enfim  AMAR  TUDO e TODOS ! … e já repararam quantas as formas de amar ?...  e quantas as "coisas" para amar ?...  Não tem limites !!! ...  Um "pluriamor" que poderia mudar o  mundo ! 

Amar até, os meus "desafios de números" ! :)) ... não fujam, vá lá, aguentem, que há mais que números ! rsrs ) 

Além da Terra, além do Céu,
no trampolim do sem-fim das estrelas,
no rastro dos astros,
na magnólia das nebulosas.
Além, muito além do sistema solar,
até onde alcançam o pensamento e o coração,
vamos!

Vamos conjugar
o verbo fundamental essencial,
o verbo transcendente, acima das gramáticas
e do medo e da moeda e da política,
o verbo sempreamar,
o verbo pluriamar,
razão de ser e de viver.

Carlos Drummond de Andrade

... mas Carlos Drumond de Andrade, sobre o tema, não se fica por aqui. 
Ele acrescenta ainda (obrigado pela cedência,  Fê  ) :

“Se eu gosto de poesia?  Gosto de gente,  bichos,  plantas,  lugares,  chocolate,  vinho, papos amenos,  amizade,  amor.   Acho que a poesia está contida nisso tudo.”

Ele mostra (porque o diz) que AMA TUDO !!! ... e incita-nos a fazer o mesmo !!!

Porém, quando por aqui passam "números", todos fogem a sete pés ! … é “impossível amá-los” ! :(  …  mas “ESTE”,  eu não podia deixar de tentar, por motivos que serão óbvios, quando descobrirem !

Vejam lá se será impossível descobrir isto e qual será a “lógica” do que escrevi  
antes ? rsrs ... Tenho a certeza que vão gostar !
A questão é esta (abaixo) e tentem responder às perguntas.

A soma das idades do  Joaquim e da Luisa, será   90, quando a Luisa tiver a idade actual do Joaquim.
Neste momento, o Joaquim tem o dobro da idade que a Luisa tinha, quando ele  tinha a idade que a Luisa tem.

Afinal, quantos anos o Joaquim é mais velho do que a Luisa ? … Será impossível ama-la ?

O que são as diferenças numéricas (das idades) diante da intensidade dos sentimentos?

Creiam que isto é mais "português" e mais "desafio" (lembrem-se de outros "desafios"), do que matemática ! :))

O mais curioso é que a Fernandita, uma miúda, chegou a todas as conclusões ! :)

A Fernandita, conseguiu decifrar o enigma criado pelo Pedro, que por sua vez foi incumbido disso e não só, pela Rita, que foi mulher do Carlos, que entretanto faleceu ! … 

Ufffaaa,… que isto do “português”  é bem pior que “matemática” !  
Que confusão,  o “português” ! eheheh

Então, o que se lhes oferece dizer sobre tudo isto ?

(Comentários moderados)

(Nota : Não calculam quanto adorei fazer este post ! rsrs )
.

25/07/2015

LOJAS DE REFERÊNCIA

No centro da Cidade do Porto,  lojas (mercearia) com muitas, muitas décadas, talvez centenárias e que "teimam" em se se manter,  apesar da "concorrência" das grandes superfícies !
Na verdade impõe-se que se mantenham no excepcional serviço aos portuenses !
Muito do que se encontra nestas lojas, não se encontra em qualquer outro lugar !
A verdade é que não há concorrência possível a estes extraordinários exemplos de altíssima qualidade !!!
 ... Estes, são 4 entre poucos mais e estas "poucas mais que me desculpem a falta !






.

23/07/2015

FALAR DE VINHO - 4


7 passos para combinar vinho e chocolate como um especialista - 4


Vinho e chocolate pode ser uma combinação dos deuses quando realizada correctamente. Assim como o vinho, o chocolate apresenta uma complexidade de sabores e texturas, com a possibilidade de alterações subtis em cada novo lote. Aprender a apreciar a subtileza e complexidade de sabores, que tanto o vinho como o chocolate têm, bem como ser capaz de combina-los, é um passatempo extremamente agradável. 

CHOCOLATE_01


1. Harmonize por semelhança de doçura

Não escolha um chocolate mais doce do que o vinho que irá beber. 
A doçura do chocolate não pode sobrepor-se à do vinho ! Neste caso, a harmonização tem que ser por similaridade. Ou seja, chocolate meio amargo harmoniza com vinhos de médio corpo mais frutados, e amargo com vinhos mais encorpados e potentes, como um Cabernet Sauvignon ou um Shiraz. 

CHOCOLATE_02


2. Compre sempre chocolate de qualidade

Tanto seja branco, de leite ou amargo, a sua produção deve ser impecável e a fabricação possuir padrões de alta qualidade. 

CHOCOLATE_03


3. Combine vinho e chocolate de acordo com as suas tonalidades

Assim como a comida, a regra geral é: quanto mais escuro o chocolate, mas escuro deve ser o vinho. Sendo assim, tintos encorpados são ideais para chocolates mais amargos, ou seja, com mais porcentagem de cacau. Se for harmonizar com chocolate branco, escolha um espumante bruto ou meio-seco, pois os chocolates brancos são mais gordurosos e as borbulhas e acidez dos espumantes ajudam a limpar a língua.

CHOCOLATE_04

4.  Chocolate e vinho do Porto é uma das melhores harmonizações que se podem fazer

Se nunca harmonizou um vinho do Porto com chocolate, não sabe o que está a perder.  
É o par perfeito para chocolates, principalmente os mais fortes. Sobremesas a base de chocolate também combinam perfeitamente com vinho do Porto, experimente fazer um delicioso bolo de nozes com cobertura de chocolate (hummm…). Lembrando que vinho do Porto é um vinho fortificado, ou seja, tem um maior teor alcoólico (geralmente 20%), pois durante a sua elaboração é adicionado aguardente vínica (álcool).

CHOCOLATE_05

5. Numa degustação, faça a sequência de harmonização começando pelas cores mais claras

Comece com chocolates brancos e ao leite mais claros, em seguida, vá para os de intensidade média, finalmente terminando com os amargos e escuros. Igualmente, combine os vinhos em ordem ascendente de corpo e tom. Esta é uma regra básica para sempre que se bebem vários vinhos numa degustação (ou refeição com vários pratos e vários vinhos).

CHOCOLATE_06


6.  Pode-se  harmonizar chocolate com diversos tipos de vinhos

  • Chocolate branco: combina com Sherry, espumante demi-sec, Muscat, Chardonnay frutado ou um Moscato d’Asti. Esses vinhos vão pegar os tons amanteigados e gordurosos do que nem sempre é considerado um chocolate “real”. Para aqueles que não se importam em correr riscos, um vinho contrastante com taninos pesados pode funcionar para cortar a gordura do chocolate branco.

  • Chocolate ao leite: experimente Merlot, Pinot Noir, Riesling, Muscat e vinhos de sobremesa. Tenha cuidado com os altos níveis de açúcar no chocolate ao leite, pois isso pode cancelar qualquer sabor frutado nos vinhos tintos secos, deixando-os com um gosto amargo.

  • Chocolate meio amargo (50% a 70%): os chocolates meio amargos são os mais fáceis de harmonizar. Podem acompanhar tanto tintos jovens como encorpados. Boas opções são o Cabernet Sauvignon, Shiraz, Carménère ou o vinho do Porto. Um Chianti pode combinar muito bem com um chocolate que tenha mais de 60% de cacau.

  • Chocolate amargo (70% a 100%): para os chocolates amargos, a dica é escolher um vinho com bom corpo e leve passagem por madeira. Boas opções são: Bordeaux, Merlot, Shiraz, Muscat, Porto, Malbec e Zinfandel.

  • Dica: Experimente champanhe ou espumante com todos os tipos de chocolates. Essa é uma variedade que complementa muitos sabores. Vinhos de sobremesa fortificados também harmonizam com qualquer chocolate.

CHOCOLATE_07

7. O segredo é experimentar sem medo de errar

As directrizes nesse artigo não são nada mais do que orientações, o segredo está em testar e ver o que funciona melhor. Harmonização, antes de tudo, é algo pessoal. Essas regras servem para nos ajudar numa direcção mais concrecta. 
Combine diferentes vinhos com vários tipos de chocolates e veja quais as harmonizações que funcionam melhor. O bom do vinho é essa possibilidade infinita de descobertas, e o prazer potencializa-se, quando acertamos em algo que realmente gostamos.


Fotos by wikihow