08/12/2015

"DITOS" POPULARES


Há uma variedade de “ditos” a que todos nós estamos habituamos desde criança e que dizemos, muito naturalmente, a cada passo ! J) ... e o mais curioso é, que até para nós não fazem muito sentido, mas lá vamos continuando a dizê-los !

A verdade é que de tanto ouvirmos uma coisa, a passamos a repetir como sendo certa !


Então, … vejamos estes exemplos:



Popularmente diz-se: 
“Esse menino não pára quieto, parece que tem bichos carpinteiros !
O correto seria :
“Esse menino não pára quieto, parece que tem bichos no corpo inteiro.” 


Popular:
“Batatinha quando nasce, esparrama pelo chão.” 
Correto:
“Batatinha quando nasce, espalha a rama pelo chão.”



Popular :
“Cor de burro quando foge.” 
Correto:
Corro de burro quando foge! 


Popular:
“Quem tem boca vai a Roma.
” 
Correto: 
“Quem tem boca vaia Roma.” (isso mesmo, do verbo vaiar). 


Popular :
“Cuspido e escarrado”
 - quando alguém quer dizer que é muito parecido com outra pessoa.
Correto: 
“Esculpido e encarnado
” …(sim, de encarnar vb., não cor).


Popular :
“Quem não tem cão, caça com gato.” 
Correcto:
 
“Quem não tem cão, caça como gato”
... ou seja, sózinho! 


Popular :
"São ossos do ofício" 

Popular :
"São ócios do ofício"



Popular :
"Hoje é domingo, pé de cachimbo"
Correcto:
"Hoje é domingo, pede cachimbo"



.

20 comentários :

  1. Por isso, além dos ditos populares ainda temos os "maus" ditos populares ! :)

    Abraço Rui

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É isso, Ricardo ! rsrs… Aqueles que consideramos Ditados Populares, ainda fazem sentido, mas estes não ! … São mesmo “maus ditos populares” , ou talvez “malditos” populares ! :)

      Abraço

      Eliminar
  2. Também andam lá algures no meu blogue.
    Aquele abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Encontro por lá todos os “Ditados Populares" e Provérbios, aliás relações exaustivas deles ! … no entanto não encontro os “malditos populares” ! rsrsrs

      Abraço ! :)

      Eliminar
  3. O sentido das coisas é transmitido ao dizerem-se coisas que fazem sentido.
    Éh pá Rui, gostei mesmo de mim agora! Kagandafrase!
    eheheheeeehhhh

    Grande abraço pah!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hehehe… Também gostei, Kok ! rsrs … Aliás, tu só dizes coisas que fazem sentido ! rsrsrs
      … mas a tua frase, está de Mestre de literatura ! hehe

      Abraço ! :)

      Eliminar
  4. Olá Rui
    Tenho estado ausente, mas vim aqui mal que cheguei e deparo-me com estes ditos correctos que não fazia a menor ideia a sua origem.
    O que se aprende por aqui !!!


    Beijos Rui

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :) ... De tanto os repetirmos até julgamos que são mesmo assim ! ... Afinal não é bem isso ! rsrs

      Aprendemos todos uns coim os outros ! Já pensaste no que nós sabemos todos em conjunto ? ... hehe

      Um Beijo, Manu !
      :)

      Eliminar
  5. Oi Rui
    Bom essa pausa das pesquisas porque tenho me ausentado muito dos blog's que gosto tanto!
    Fim de ano e muitas tarefas, passeios improvisados e outras artes... rs
    Os ditos populares são ótimos,principalmente quando não ditos hehehe o que gosto é da 'cor de burro quando foge' acho hilário!!
    abraços Rui

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Lis ! :))
      Então acertei com este "intervalo" ?! ... :)

      ... Não sei se no Brasil são tão "correntes" na nossa linguagem como por cá !?... e realmente essa da "cor de burro quando foge" faz-nos interrogar sobre o que fará mudar a cor do burro com o esforço ! ... Será que fica corado após a corrida ?... hehehe

      Abraço ! :))

      Eliminar
  6. Muito engraçado, já conhecia alguns.
    bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. rsrs... Na verdade, não nenhuma novidade, papoila ! rsrs
      Aqui a curiosidade está no facto de já sabermos a "versão correta", mas continuarmos a manter a popular ! :))
      De facto, quem não diz :
      "Quem tem boca vai a Roma " ? ...ou "quem não tem cão caça com gato" ? ... rsrsrs

      Bjs :)

      Eliminar
  7. Nunca tinha ouvido a 2ª a 5ª e a ultima, as outras sim e todas mal ditas!

    Um beijinho Rui

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :) São realmente as menos conhecidas, mas mesmo assim, já as tenho ouvido várias vezes ! ... o "esparrama" em vez de "espalha a rama" ; o "cuspido e escarrado" ao comparar duas pessoas muito parecidas : .... e o "Pé" em vez de "pede" o cachimbo, o que quer dizer que não é dia de trabalho e depois do almoço sempre dá para "fumar" um bom bocado ! rsrs

      Beijo Adélia ! ... Espero que já te sintas bem melhor ! :))

      Eliminar
  8. O povo (e nós com ele porque povo somos) deturpa por muitas razões, em alguns casos até o faz de propósito! :)
    A minha mãe e as minhas tias tinham uma série de ditos que eu um dia gostaria de compilar! :)

    Abraço

    LM

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá LM ! :))
      hehehe... Fizeste-me lembrar duas, que nós dizemos habitualmente e com essa tal noção que estamos "a dizer mal", intencionalmente a brincar com as palavras :

      "O prometido é devido" ... e nós dizemos (a brincar) "o prometido é de vidro" ! rsrsrs
      "Quem sai aos seus não degenera" ... e dizemos nós : "Quem sai aos seus não é de Genebra" ! hehehe

      Claro que nestes dois casos a natureza da situação é bastante diferente dos exemplos do texto, em que nesses, sim, fazê-mo-lo mais "convictamente" ! rsrsrs

      Abraço ! :)

      Eliminar
  9. Eu tenho um que utilizo quando a situação é quase catastrófica
    e que passo a transcrever: Melhor não há, pior não se arranja!
    Sabes que as corruptelas apontadas não me incomodam nada e mesmo sabendo que não é assim continuo a usá-las...assado!:)



    Abraço

    LM

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. hehehe... Isto até parece "cerejas" ! Vêm umas a seguir às outras ! rsrs
      Com essa, fizeste-me também lembrar aquela "chula" : P'ra melhor está bem, está bem ... P´ra pior já basta assim" e que foi adaptada pelo Sérgio Godinho e pelo Fausto !

      :))
      Abraço

      Eliminar
  10. cantinhodacasa11/12/15 22:47

    Ouvimo-las mal (a versão popular) e repetimos o que ouvimos.
    Mas adorei esta.
    “Esculpido e encarnado” …(sim, de encarnar vb., não cor).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. rsrs... A maior parte delas (ou até a totalidade), nós repetimo-las inconscientemente e sem nos apercebermos sequer do significado do que dizemos ! :))

      Esta está mesmo muito especial ! "Cuspido e escarrado" , não nos diz nada, mas é o que dizemos quando encontramos alguém muito, muito parecido com alguém !
      Realmente, "Esculpido" (em estátua por um bom artista e dando-lhe vida (encarnando-o), já "nos diz" alguma coisa ! :(((

      Eliminar