06/01/2012

UMA ADMIRAÇÃO MUITO ESPECIAL

.
Trata-se do maior Poeta Popular português de sempre, ANTÓNIO ALEIXO, cauteleiro e pastor de rebanhos, cantor de feira em feira, nasc. em Vila Real de Santo António em 1899 e falec. em Loulé , em 1949, com 50 anos, devido a tuberculose.

Não sendo totalmente analfabeto, sabia ler, leu meia dúzia de bons livros, mas não era capaz de escrever corretamente. A sua preparação intelectual não lhe deu qualificação para poder ser considerado um poeta culto, mas ficou conhecido como poeta popular - O Poeta do Povo !


Acertaram:
Kok (excelentes dicas) , Sonhadora , Teté , Catarina , Rosa dos Ventos, Teófilo Silva

Acertaram já com muitas dicas :
M.A.A., maria, Pedro Coimbra

Obrigado a :
carol , Susaninha , Isa GT, cantinhodacasa




António Aleixo deixou-nos um livro apenas, a que chamou : “Este Livro Que Vos Deixo”.

Eis (apenas) algumas das suas quadras (incrível, atendendo à sua impreparação intelectual):


Sei que pareço um ladrão...
mas há muitos que eu conheço
que, sem parecer o que são,
são aquilo que eu pareço.



P'rá mentira ser segura
e atingir profundidade
tem de trazer à mistura
qualquer coisa de verdade.


Não sou esperto nem bruto
Nem bem nem mal educado;
Sou simplesmente o produto
Do meio em que fui criado.



O mundo só pode ser
melhor do que até aqui,
quando consigas fazer
mais p'los outros que por tí!


Muito contra o meu desejo,
sem lhe querer dizer porquê,
finjo sempre que não vejo
quem finge que me não vê...



Uma mosca sem valor
Pousa co'a mesma alegria
Na careca de um doutor
Como em qualquer porcaria.


Há tantos burros mandando
Em homens de inteligência,
Que ás vezes fico pensando
Que a burrice é uma ciência.



Veste bem já reparaste
Mas ele próprio ignora
Que por dentro é um contraste
Com o que mostra por fora.

.


INICIAL :
.
Porquê ? Por quem ?




.

51 comentários :

  1. Será o poeta transmontano?

    ResponderEliminar
  2. Anónimo5/1/12 15:25

    Rui da Bica disse :

    Se poeta transmontano é Miguel Torga, não. Não é ele.

    (não estou em casa nem no meu computador até às 18 )
    .
    Rui da Bica

    ResponderEliminar
  3. Não me parece, Carol.
    Acho que é de um "bocadinho" mais a sul.

    Ò Rui, até posso estar enganado mas estes olhos
    deixam... essa ideia.

    1 abraço!

    §- e a propósito de deixar, deixo uma ideia (cujo valor é a preço de saldo ó_ò ): já pensaste num concurso com esta ideia dos enigmas? Em tempo e por quantidade de acertos, por temas, por... sei lá?
    Pronto, é a ideia que te deixo!!!!!!

    ResponderEliminar
  4. Mandei por mail. Julgo que acertei. Mas logo se verá.

    ResponderEliminar
  5. Se estiver certo digo-te porquê.

    ResponderEliminar
  6. Pois eu suponho que é poeta, mas algarvio! :)))

    Beijocas!

    ResponderEliminar
  7. HUMMMM SERÁ O PETA BICA???

    ResponderEliminar
  8. Eu sei!!! Não li os comentários ainda. Fui apenas confirmar no google aquele olhar. Como ele gostava do campo...

    ResponderEliminar
  9. Rui,
    O KOK está a ficar perito em dicas! Parabéns, Kok, os meus cumprimento te deixo... quarta edição – corrigida!

    ResponderEliminar
  10. Kok
    Deixaste-me confuso com essa dos olhos que deixam a ideia que são do sul, ou do norte ! :)) … e não é que tens razão ?... :))
    Por acaso também a mim, os larápios se parecem com esta cara !
    Não há dúvida que esta ideia do concurso que me deixas é ótima !!! :))

    Deixo-te um grande abraço ! :)
    .
    .

    ResponderEliminar
  11. Sonhadora
    Estás certíssima ! :)))
    .

    ResponderEliminar
  12. Teté
    Esse “supônhamos” também é pelos olhos, Teté ? :)))
    Eu reconhecia-o melhor por ter cara de larápio, que o ajudou a tornar famoso ! Quem diria ?

    Beijocas ! :))
    .

    ResponderEliminar
  13. Susaninha
    Não ! Não é o poeta meu homónimo ! :))
    Vê todas as “dicas” que nos deixam acima !
    Há muitas ! :))
    .

    ResponderEliminar
  14. Catarina
    Também estás certa ! Sabes que ele passava o tempo com o jogo e com carneiros quando ia para o campo ?
    O Kok !... o Kok ! … ainda há bem pouco tempo deitava foguetes quando acertava uma e agora tornou-se um perito nestas coisas ! Deixou-me aparvalhado com as deixas que nos forneceu ! :)))
    Apoio os cumprimentos que lhe deixas !
    .

    ResponderEliminar
  15. Completamente a leste! :-((
    Nem olhar, nem sul, nem campo, nem jogo, nem carneiros!
    Nadica de nada!
    E eu que precisava mesmo de acertar para ficar um pouco mais animada mas não se pode acertar sempre! :-))

    Abraço

    ResponderEliminar
  16. Rui,
    Sei muita coisa da vida dele. : ) Sabia improvisar como ninguém pelo que tenho lido.

    ResponderEliminar
  17. Rosa dos Ventos,
    Se a memória não me falha, já estiveste na terra onde ele morreu que pensaste ser o lugar onde nasceu. Eu comentei que não. E tu respondeste que eu tinha razão. : )

    ResponderEliminar
  18. Pois, Rui, ele sabia que parecia um larápio... :)))

    ResponderEliminar
  19. Pois as dicas que me deixas foram preciosas, Catarina!:-))
    Nem foi preciso confirmar!
    Realmente até coloquei uma imagem, não foi?
    Merci!

    ResponderEliminar
  20. : ) My pleasure, Rosa dos Ventos.

    ResponderEliminar
  21. Rosa dos Ventos
    Atenta nas dicas que te deixo !
    Não podes estar a leste mas sim a sul !
    Nasceu e morreu em terras bastante próximas !
    Vê lá se ele não parece um larápio ?!
    Mentia, mas metia alguma verdade pelo meio !
    Era um homem que vivia do jogo e no campo e nas feiras !
    Cantava e improvisava bem fora de salas de espetáculo!
    Deixou-nos um livro !
    Vê se te lembras dessa conversa com a Catarina !

    … e mais não se pode dizer ! :)))
    .

    ResponderEliminar
  22. Catarina
    … e cantar também, mas fora dos locais próprios. :)
    .

    ResponderEliminar
  23. Teté
    … e quando mentia, dizia alguma verdade pelo meio ! :)))
    .

    ResponderEliminar
  24. Rosa dos Ventos
    Já nem precisas de ler o meu comentário. Servirá para outros que ainda não descobriram ! :))
    .

    ResponderEliminar
  25. Ele bem dizia que conhecia muitas pessoas que não pareciam ser o que eram mas que, afinal, eram precisamente aquilo que ele parecia. : )

    Tenho que aproveitar este meu sucesso de “adivinhação” para compensar as dezenas de vezes que não tenho ideia nenhuma! : )

    Estou a fazer a festa, a deitar os foguetes e apanhar as canas!!!!

    Rui, a Rosinha já lá chegou!!!! Não leste o seu último comentário! : )

    ResponderEliminar
  26. Catarina
    Tens mais que motivos para deitar os foguetes e fazer a festa. Não só acertaste como deste boas dicas ! :)))
    Já li e respondi.
    Aconteceu que saiu enquanto estava a escrever e o blog não actualizou os comentários ! :)))
    Parabéns !
    .

    ResponderEliminar
  27. Anónimo5/1/12 21:21

    Cada um mais difícil que o anterior...
    A minha cabeça , está como na rua...nevoeiro cerrado...
    M.A.A.

    ResponderEliminar
  28. A Catarina está certíssima.
    Se a memória não me falha é este senhor:
    Click no Link em baixo.
    Click AQUI

    ResponderEliminar
  29. Não sei quem é... mas uma coisa tenho a certeza... não andei com ele na costura a apanhar alfinetes ;)

    ResponderEliminar
  30. M.A.A.
    Talvez tenhas razão. Não têm sido muito fáceis ultimamente, mas olha que já 5 acertaram, o que comprova que não é impossível ! :)
    Nestas coisas têm que se “apanhar as dicas” nos comentários ! :)
    É uma questão de prática e às vezes alguma pesquisa ! :)

    Bj
    .

    ResponderEliminar
  31. Teófilo Silva
    A Catarina está certa realmente, mas já estive a ver o link e não consigo responder com certeza !
    Não quero dizer que não seja, mas, ... Poderá dar outra “dica” para confirmar ? :))
    .

    ResponderEliminar
  32. Isa GT
    De certeza que não, Isa. Mas posso garantir-lhe que já citou o nome dele muitas vezes, referindo-se a ele ! :)) Tenho a certeza que o conhece, embora ele já tenha falecido há mais de 60 anos. Ahahah
    .

    ResponderEliminar
  33. cantinhodacasa5/1/12 22:20

    Ai, Rui, que nos pões os neurónios quase fundidos.
    Não faço a mínima ideia quem é.
    Amanhã venho cuscar.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  34. Quem o conhecia bem era o Magalhães. Ao vender a sorte vendia aquilo que não tinha.

    ...que vos deixo....

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  35. E lá está em Loulé sentadinho numa mesa na rua, tal como Fernando Pessoa em Lisboa!
    Um poeta popular outro erudito duas faces do mesmo Portugal que somos e seremos!
    Admiro os dois!

    ResponderEliminar
  36. Cantinhodacasa
    Olha que conheces ! Podes não estar a relacionar, mas conheces. Todo o professor (pelo menos de português) tem que o conhecer ! :)) … mas quase todos os portugueses o conhecem.
    Claro que nos jovens não aposto ! :)) A cultura geral dos nossos jovens anda muito por baixo !
    .

    ResponderEliminar
  37. Teófilo Silva
    Isso já é o suficiente, caro Teõfilo ! :))
    Bingo !
    .

    ResponderEliminar
  38. Rosa dos Ventos
    Salvo as devidas distâncias, admiro ambos por razões completamente diferentes !
    …mas olha que ainda não acabou. Só amanhã ! :))
    .

    ResponderEliminar
  39. Anónimo5/1/12 23:48

    Estes versos que vos deixo ?!....
    M.A.A.

    ResponderEliminar
  40. Depois de 40 comentários até eu já sei ehehe

    E não me admira nada que o kok fosse novamente o 1º...logo quem, né kok?

    Fica um beijinho :)

    ResponderEliminar
  41. Também passou por Coimbra.
    Com um fino sentido de humor, um tipo semi-analfabeto tornou-se num dos maiores poetas (o maior?) populares portugueses.
    Até a tuberculose o levar.
    Aquele abraço

    ResponderEliminar
  42. M.A.A.
    Certíssimo ! Vês que não era assim tão difícil ?!
    .

    ResponderEliminar
  43. maria
    Chegaste atrasada mas ainda a tempo ! :))
    O Kok está a ser “aquela máquina” ! :)))
    .

    ResponderEliminar
  44. Pedro Coimbra
    Certo. No sanatório, para tratar a tuberculose !
    A minha admiração reside aí. Como é que um homem que mal sabia ler, sem preparação intelectual, atinge este patamar de notariedade !?

    Abraço !
    .

    ResponderEliminar
  45. Olha, voltei a ser Maria...

    Devo estar de castigo :p

    Belas quadras de António Aleixo :)

    Beijinho :)

    ResponderEliminar
  46. Oi Rui
    Há pouco li uma quadra do Aleixo em outro blog amigo, ainda comentei que nao o conhecia ,aqui pude ler mais um pouco sobre ele. Tambem temos poetas que sem estudos conseguem encantar com suas inspirações que vem da alma indepedente do grau de estudo, é a tal sabedoria popular .
    Aqui ficou famoso pelos repentes nas ruas da sua cidade o muito conhecido"Patativa de Avaré"
    Gosto de le-los , são muito bons.
    um abraço e um bom dia Rui

    ResponderEliminar
  47. maria
    Já não és Maria, outra vez ! eheheh ... sabes que o computador assume nas mudanças de linha, a maiúscula M, mesmo que escreva m ?

    Beijinho ! :)))
    .

    ResponderEliminar
  48. lis
    Se abrires os links tens a estória completa ! Lá está tudo. Claro que apenas uma pequena parte da sua obra extraordinária por si só, mas mais ainda por ser de alguém sem instrução, não desmerecendo perante os maiores da literatura portuguesa !
    Sabedoria é uma coisa, instrução é outra ! É por isso que adoro conversar com os velhos das aldeias, que mal sabem ler ou escrever !
    Não conhecia o Patativa Avaré, mas vou ver !

    Beijinho, querida Amiga !
    .

    ResponderEliminar
  49. cantinhodacasa6/1/12 14:56

    Oh, meu Deus, quen não conhece António Aleixo.
    Mas tu dás-nos cabo dos neurónios.
    É que no momento em que te leio, parece que tudo se esvai. (velhices, lol).

    Beijho

    ResponderEliminar
  50. cantinhodacasa
    Vês como eu tinha razão ? :)))
    Conheces bem !

    Beijinho
    .

    ResponderEliminar