22/10/2012

GRANITOS SAGRADOS

Re-editado


Trata-se da Igreja Matriz de Torre de Moncorvo !

É muito interessante a sua História, a lenda da origem do seu nome, a sua importância e muito curiosa a lenda da árvore que enganou o diabo ! (vejam os links ) J))

(Clicar para ver melhor)


Obrigado a todos pela colaboração !
Acertaram, por ordem :
M.A.A.,  Nina,  Rosa dos Ventos,  Janita,  Sonhadora,   e já na recta final, ainda ,  Afrodite,  
Prof João Paulo de Oliveira,  Pedro Coimbra.
Grato do mesmo modo a :
Carlos Barbosa de Oliveira,  São, Catarina, Teté. 

..........................................................................................

Adenda com novas fotos . Agora é muito fácil (muitas dicas nos comentários) !   


Foto da net
A figueira de Judas na frente da Igreja 
  Nas fotos dos anos trinta já aparece a figueira.

Só para dar mais uma “chance” a quem ainda não chegou lá, subindo o rio Douro.

INICIAL :
.
Uma obra extraordinária por fora e por dentro, que, muito sinceramente, me impressionou  !

Sabem a que monumento correspondem estes dois "retalhos" fotografados ?





Fotos de Rui da Bica

.

69 comentários :

  1. Já lá estive alojada na pousada com um nome de Santa. Será?

    ResponderEliminar
  2. Eu tenho a certeza que conheço, mas não sei de onde :-)))

    ResponderEliminar
  3. Será perto de Guimarães?

    Boa noite

    ResponderEliminar
  4. Parece-me uma que conheço bem só que estás a ficar muito sovina!
    Até tiras a torre à sé...deve ser da crise!
    Guardo para amanhã porque hoje tive um mau dia!
    Tenho uma gata internada, muito doente! :-((

    Abraço

    ResponderEliminar
  5. Bom dia!!!!

    5 minutos de pesquisa, mas ainda não encontrei.
    Voltarei de tarde, já que daqui a pouco o piolho tem futebol.

    beijocas

    ResponderEliminar
  6. Sonhadora
    Não é, Sonhadora ! :(( … Para já, não vou adiantar dicas ! :))
    .

    ResponderEliminar
  7. Carlos Barbosa de Oliveira
    Eu creio que muitos dos que por aqui andam conhecem ! :)) Se se der a volta ao “monumento” é que se aprecia a grandiosidade !
    .

    ResponderEliminar
  8. São
    Não é para esses lados, São ! :(
    .

    ResponderEliminar
  9. Rosa dos Ventos
    Olha que aqui não há “cartolinhas” de menino para tirar ! :)))
    Sovina eu ? :)… Olha que não !
    As melhoras da tua gatinha, Rosa !
    .

    ResponderEliminar
  10. Nina
    Bom dia, também para ti ! :))
    Olha se tu tinhas tempo !? … Estava o caldo entornado ! :)))

    Bj.
    .

    ResponderEliminar
  11. Nossa Senhora da Assunção nos acuda a todos...que bela fotografia para enganar quem não conhece....é monumental apesar de não ser Sé....já lá estive num dia de verão , um calor de derreter e lá dentro , frio frio.Se for necessário mando mais dicas.M.A.A.

    ResponderEliminar
  12. M.A.A.
    eheheh ... foi mesmo para "enganar" ? :)))
    O granito tem esse poder isolante !
    Muito bom para rezar em dias de verão ! eheheh
    É mesmo muito mais monumental que o que parece ! Fiquei mesmo impressionado com esta "monumentalidade" !
    Curioso que já teve uma "importância" muitíssimo maior que a que tem hoje !
    .

    ResponderEliminar

  13. Bom dia (^^)

    Assim de repente... até parece as traseiras da Sé de Braga.
    Mas dado o magnífifico espólio arquitetónico que temos em Portugal, onde o granito é o expoente máximo, poderá ser em qualquer outro magnífico lugar.

    Fico a aguardar certezas.
    Bom fim de semana!

    ResponderEliminar
  14. Poucos minutos mais de pesquisa para corrigir o erro, não foram suficientes. Logo venho ver. Agora não posso. Tenho cá a "malta" toda
    para almoçar e festejar os anos da mais velha.

    Beijo

    ResponderEliminar
  15. AFRODITE
    Antes de mais, muito bem-vinda ! Todos são bem recebidos, mas uma Deusa, por maioria de razão ! Bem-vinda também ao mundo blogueiro. Os seus “Jardins” têm flores fantásticas ! )
    Não é para os lados de Braga ! ) … É verdade ! Curiosamente os grandes monumentos mais conhecidos até são em calcário, mas realmente o nosso espólio arquitectónico em granito é fantástico ! Foi o que mais me impressionou aqui ! Todo aquele conjunto granítico é impressionante !
    Obrigado, Afrodite e bom fim de semana ! :))
    .

    ResponderEliminar
  16. Sonhadora
    Com mais algumas dicas que surjam vais ver que não é difícil ! :))
    Então passa um bom sábado com essa “malta” ! É sempre um tempo bem passado, o que se passa com os familiares ! :)) … e já agora os meus Parabéns à aniversariante ! :)

    Beijo
    .

    ResponderEliminar
  17. Cheguei!
    Ainda bem que resolvi o enigma rapidinho, graças à M.A.A. Nãi sei porquê mas palpita-me que o meu pai me daria uma tareia, agora.
    Na verdade, só costumava lá ir visitar os meus avós e a única coisa que me lembro é que o meu avô adorava corvos. Será porque era de origem negra?
    beijocas
    Nina

    ResponderEliminar
  18. Fui espreitar o interior e fiquei de queixo caído! Que riqueza!
    Ao que parece, a ideia era que fosse sé...
    São horas de almoçar.
    beijocas

    ResponderEliminar
  19. Assim não vale!
    Pensei na Sé da Guarda mas já sei que não é sé!
    Nossa Senhora da Assunção e corvos não me chegam ainda...
    Tenho de sair!
    A gatinha safou-se, passou a noita a soro depois de levar um antídoto para o veneno...mas está murchita ainda!
    Obrigada pelo cuidado, Rui!

    Abraço

    ResponderEliminar
  20. Duas perguntas:
    1-Qual a razão de levar uma tareia de seu Pai ? Por não ver corvos ? Melhor seria que lhe levasse amendoas...
    2- Rui , fotografou a figueira ?
    Já sei ....os corvos andam nos figos ?!
    M.A.A.

    ResponderEliminar
  21. NOTA ; a 1ª pergunta era para a Nina .M.A.A.

    ResponderEliminar
  22. Nina
    “Venire, vident et vincere ! eheh … a M.A.A. foi amiga ! :))…
    … e se ele (pai) não soubesse (que tu não sabias) eu fazia-lhe queixa ! rsrs

    Ninguém, olhando apenas para a frontaria, imagina a monumentalidade e o que está lá dentro !
    Sabes que “aquela terra” já foi “muito importante” no passado !?

    Beij.
    .

    ResponderEliminar
  23. Rosa dos Ventos
    Olha que já há dicas boas ! )))
    Ainda bem que já vai estando a correr bem com a bichanita ! … eu sei que é como se fosse família !
    Tenho um familiar que gastou 80 contos de uma vez e mais 500 € de outra, porque a bichanita caiu 2 vezes (em 4 anos) da varanda do 3º andar à rua e teve que ser operada às 4 patas das 2 vezes e que ficar com próteses ! …

    Abraço
    .

    ResponderEliminar
  24. M.A.A.
    :))) … seria uma tareia com justificação ! eheh

    Não ! Essa não ! … mas outras sim ! :)) … o Judas é um traidor e o Diabo podia estar por perto a rir-se de mim (vingança!) ! Já a árvore que o enganou, fotografei, mas não posso postar, porque estão a roubar os seus frutos que infelizmente não podiam ser logo comidos ! eheheh
    Desta vez não a fotografei mas não deixei de roubar alguns figos ! :)) … alguns, já todos picados por essas aves ! … são os mais gostosos ! :))
    .

    ResponderEliminar
  25. M.A.A,

    O meu pai sempre me diz que tenho que passear mais...sobretudo para ver a família dele (uma parte), que está radicada a cidade.:))

    Nina

    ResponderEliminar
  26. Amigão, será que o meu pai, que tanto gosta de História, conhece a desta cidade onde os pais foram morar quando casou?:)

    Nina

    ResponderEliminar
  27. Pronto!
    Já descobri e o que tem graça é que já lá estive e vi a figueira e tudo...
    Quer dizer, não vi nenhum corvo mas a Nina lá sabe!
    Vou mandar mail , veremos se chega lá! Andas só a favorecer os transmontanos e as transmontanas! :-))


    Abraço

    ResponderEliminar
  28. Rosinha, não digas isso que eu sou transmontana...mas inculta! Só tenho olhos para o que quero...mas isto está a mudar! Até já fotografo casas e monumentos!:))

    Olha lá, eu lá tenho culpa do meu avô paterno gostar de corvos!:))

    Nina

    ResponderEliminar
  29. Inculta porque só lá vou com pesquisa! Palpita-me que um dia destes o mestre aqui põe uma foto da minha aldeia e não a reconheço!lol

    (se bem que no resto também me fazia falta uma culturazita extra!)

    Vou-me lá passar a ferro que nestas coisas não há santa que me valha!
    E afinal o está a figueira?:))

    Nina (a fugir daqui:))

    ResponderEliminar
  30. correção: onde está:))

    ResponderEliminar
  31. Nina
    Para falar verdade, não estou muito certo que saiba. Só muito recentemente me interessei por saber algumas coisas, mas foi através da net que o soube ! … é que não são coisas de há 50 ou 100 anos, mas sim de há 500 e mais (ou muito mais) !
    Poderás confirmar no Google ! :))
    .

    ResponderEliminar
  32. Rosa dos Ventos
    )) …ah! …
    Por acaso, não reparei na figueira ! :( … esqueceu ! :)
    Não sei se a Nina conhece a lenda … ou se falou nessa ave por outros motivos ! … :)))
    Olha que ainda no post anterior “favoreci” os do centro ! rsrsrs

    Abraço !
    .

    ResponderEliminar
  33. Nina
    Gostei muito de ver o Gui pela cidade ! Acho que foi um dia muito especial para ele ! ))
    Por acaso até tenho uma boa memória visual, mas olha que isso acontece a uma maioria. Olha-se, conhece-se de qualquer sítio mas não de onde e só a pesquisa confirma ! :)
    Qualquer dia faço a experiência ! eheheh …
    Há uma figueira e vais saber onde, mas mais tarde , quando ouvires as badaladas do sino ! :))
    Vê lá, não te queimes com o ferro, como a Lena o fez no forno há meia hora ! :))
    .

    ResponderEliminar
  34. RV , evidentemente , temos de ser favorecidos....somos espécies em vias de extinção...qualquer dia, até o castelo de Bragança fica sem ninguém ao redor e vamos todos para o litoral....já não faltam muitos...Um abraço transmontano.M.A.A.

    ResponderEliminar
  35. E agora para o Rui , não me diga e já que vai de figos e figueiras, que fotografou a figueira na igreja ao lado do seminário de Vinhais ?! Bom , os figos são a minha fruta favorita .M.A.A.

    ResponderEliminar
  36. Pois não conhecia, não senhor! Perguntei-lho agora mesmo e já lhe vou reencaminhar o link que me enviaste.:)

    Que lenda gira! E que casal exemplo!lol

    beijinhos para todos

    ResponderEliminar
  37. (O meu Gui está a tornar-se um ótimo acompanhante! Amou a experiência. O problema foi subir a rua até chegar ao parque dos Clérigos!:))

    ResponderEliminar
  38. P.S: Não me queimei! Aleluia!
    Já o forno, é raro não me acontecer o que aconteceu à tua Len(y)ita. Espero que não tenha sido grave. bji para ela

    ResponderEliminar
  39. Já me ia esquecendo de referir um pormenor que denuncia esta igreja...Na 2ª foto , veem-se 2 " obeliscozinhos", encimados por uma pedra granítica talhada em esfera; o adro desta igreja é delimitado por uma série de estruturas como esta.m.A.A.

    ResponderEliminar
  40. Olá Rui!
    Hoje chego um pouco tarde à reunião, lamentavelmente.
    A segunda foto deu-me a certeza do monumento em questão.
    Sabe que apesar de lá passar vezes sen conta, nunca visitei o interior desta monumental e lendária Igreja?
    E os enjoos que eu passei nas voltinhas para lá chegar e as saudades matar? :))
    Estamos entendidos ou mando mail, Rui? eheheh

    Beijinhos e até amanhã.:)

    ResponderEliminar
  41. Todos
    Desculpem a ausência, mas tive 2 casais amigos em casa, a jantar e só agora pude vir aqui ! :)
    .

    ResponderEliminar
  42. M.A.A
    Não sei se se refere a Vinhais entre Bragança e Chaves ?... Só lá passei uma vez, mas não agora. Só fiz o Alto Douro e muito pouco de Trás os Montes. Não fotografei a figueira ! Apenas as de estrada e a roubar daqueles pequeninos de “capa rôta”! eheh … que coisa feia ! :(( … :))) … adoro compota de figos ! :))
    .

    ResponderEliminar
  43. Nina
    Todo esse link está muito bom ! Além da lenda tem outras alíneas muito interessantes, nomeadamente a Histórica e o Concelho !
    Len(y)a – não. Nada de grave. Ela já está habituada. O que vale é a pomada que tem sempre à mão para isso ! :)
    .

    ResponderEliminar
  44. M.A.A.
    É verdade ! … uns 10 obeliscos (pequenos) … e já agora a frontaria do monumento tem uns 5 nichos com santos/as, além de uma outra curiosidade (entre mais outras) ! :)))
    .

    ResponderEliminar
  45. Janita
    Já tinha marcado falta ! eheh … se acertares eu ainda retiro a falta ! :)
    … mas não compreendi bem “os enjoos nas voltinhas e as saudades matar” (mail ?...) .
    É de facto uma igreja monumental !

    Beijinho e até logo (domingo) ! :))
    .

    ResponderEliminar
  46. A nossa amiga Rosa dos Ventos diz que andas a favorecer os transmontanos e as transmontanas e que direi eu?! Ando sempre a ver navios... nem sei por onde lhe hei de pegar (creio que já não há hífen ali atrás... neste momento não tenha a certeza). Vou navegando no mar calmo e aproveitando os conhecimentos dos teus bem informados comentadores para enriquecer os meus! : ) Ando à boleia. Lei do menor esforço.
    Abraço

    ResponderEliminar
  47. Catarina
    eheheh
    Tu é que tens razões de queixa ! eheh
    A Rosa tem razão, mas só nestes últimos tempos isso acontece ! Na generalidade tenho procurado fazer uma distribuição por todo o país !:))
    ... mas isso já é uma boa dica ! ... É uma localidade transmontana ou do Alto Douro ! rsrs ... eu "dicaria" que não estará afastada do rio Douro mais de 10 kms ! eheh
    Agora é fácil ! É uma boa "boleia" ! :))
    .

    ResponderEliminar
  48. Também levantei a hipótese de ser dica. Esta Rosinha é assim; tudo o que diz/escreve pode ser dica.
    : )

    ResponderEliminar
  49. Ora viva, Rui!

    Uma vez que a minha "dica" não foi suficientemente esclarecedora, :))
    já fiz seguir mail...
    Penso que a minha falta vai ser retirada. eheh
    Daqui a pouco venho confirmar!!

    Beijinhos, bom domingo.

    ResponderEliminar
  50. Estamos esperando que o Rui mostre as restantes fotografias. A fachada é imponente .Tem um nicho com a santa protectora ladeada por 2 apóstolos , santos. Os outros dois nichos têm as imagens protectoras dos dentistas e a santa protectora das trovoadas...
    Lá dentro tem , entre outros o santo da minha devoção....e quem assim fala não é propriamente dada à frequência de sacristias.Bom domingo.M.A.A.

    ResponderEliminar
  51. Estimado amigo Rui da Bica!
    Forças ocultas continuam a impedir minha chegada no inicio das suas imperdíveis aulas...
    Folguedos à parte, fiquei sem acesso ao mundo cibernético, desde ontem cedo, porque minha máquina eletrônica ficou bichada...
    Como a aula já terminou venho a sua ilustre presença, mui respeitosamente, justificar minha ausência.
    Aproveito o ensejo para enaltecer sua atitude em ter como escopo tornar a Escolinha do Professor
    Rui da Bica um espaço de aprendizagem singular, além de instigar a interação dos alunos/pesquisadores...
    Caloroso abraço! Saudações cautelosas.
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP


    PS - As relações virtuais ainda me surpreendem...

    ResponderEliminar
  52. Até que enfim acho que descobri. Agora sei porque andavam por aí os corvos, (na torre).

    ResponderEliminar
  53. Todos
    As minhas desculpas pela minha ausência durante quase todo o fim de semana ! Tive um fds extremamente “social” com almoços e jantares e os dois dias com pessoas amigas ! :))
    Espero que compreendem e me desculpem !

    Grato a todas/os e votos de uma boa semana ! :))
    .

    ResponderEliminar
  54. Catarina
    Neste blog temos que estar muito atentos às “dicas” ! rsrsrsr
    Ficamos a saber que era no Alto Douro ou Trás os Montes ! eheheh
    .

    ResponderEliminar
  55. Janita
    E-mail recebido ! Certíssimo ! eheheh
    Claro que sim ! Já retirei a “falta” ! rsrsrsrs

    Boa semana ! :))
    Bjs
    .

    ResponderEliminar
  56. M.A.A.
    Exacto ! Logo que possa farei um resumo das dicas e postarei mais fotos para quem ainda não sabe o que é e onde ! :))

    Boa semana ! :)
    .

    ResponderEliminar
  57. Prof João Paulo de Oliveira
    Eheheh … mais um “termo” curioso : “bichada” eheh …não conhecia, mas acontece aos melhores ! :))
    A “aula” ainda não acabou ! eheh … e a “falta” está mais que justificada ! :)
    Como tenho vindo a dizer, quantas vezes fico com peso na consciência pelo trabalho que sei que estou a dar (claro que será para quem estiver a isso disposto). Acontece que tem havido comentários no sentido de que esse “trabalho” não chega a ser “ trabalho, antes sim um entretimento que chega a ser relaxante ! :)) … por isso continuo !
    Também já o tenho dito : é com enorme prazer que vejo essa interacção e crescente amizade entre os visitantes ! :)))

    Grande abraço e as “melhoras” da “máquina” !
    .

    ResponderEliminar
  58. Sonhadora
    Aaaahh!!! … Estava a ver que não chegavas lá ! eheh … com que então, corvos na torre ?! … :)))
    .

    ResponderEliminar
  59. Todos
    Só para dar mais uma chance a quem ainda não localizou a igreja (já se sabe que se trata disso) : :))
    Têm sido comentadas muitas “dicas” e agora é muito mais fácil :

    Nª Srª da Assunção e corvos ; não é Sé ; já lá estive e vi a figueira ; não vi nenhum corvo mas a Nina lá sabe ; Andas a favorecer os transmontanos ; Não sei se conhecem a lenda ; Há uma figueira e vais saber onde, quando ouvires as badaladas do sino ;
    fotografou a figueira na igreja ; Que lenda gira! ; um pormenor que denuncia esta igreja...Na 2ª foto , veem-se 2 "obeliscozinhos", encimados por uma pedra granítica talhada em esfera; o adro desta igreja é delimitado por uma série de estruturas como esta ; a frontaria do monumento tem uns 5 nichos com santos/as, além de uma outra curiosidade (entre mais outras) ; É de facto uma igreja monumental ; andas a favorecer os transmontanos
    ; É uma localidade transmontana ou do Alto Douro ; não estará afastada do rio Douro mais de 10 kms ; com que então, corvos na torre ?! …
    .

    ResponderEliminar
  60. Todos
    Vamos a ver se durante a noite, com o bom aproveitamento de todas estas dicas e novas fotos, alguém mais acerta ! :))

    Até amanhã ! :))
    .

    ResponderEliminar
  61. Muito difícil, para quem não conhece essas paragens! :)

    Beijocas!

    ResponderEliminar
  62. De facto com as vovas fotos fica tudo muito mais fácil... e apesar de eu ter já da parte da tarde ter chegado à conclusão do local, agora tive a confirmação.

    Há muitos anos que não paso para estas bandas... tenho de por lá passar novamente para provar os enchidos da região.

    (^^)
    Boa semana.

    ResponderEliminar
  63. Estimado amigo Rui da Bica!
    Enviei-lhe correspondência eletrônica com a resposta. Ao descobrir a aparência da parte frontal desta edificação sacra, tombada no ano que a República foi implantada ai no reino distante além-mar, fiquei com a sensação de opressão. Não sei se ficaria encantado em conhecer seu interior... Lembrei da película
    https://www.youtube.com/watch?v=PxWoOQt7dLw
    Caloroso abraço! Saudações quasimodoianas.
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderEliminar
  64. Igreja matriz de uma terra bem conhecia pela "torre do meu corvo :)))"

    ResponderEliminar
  65. Teté
    Eu sei, Té ! Nestes casos só com nuito trabalho de pesquisa em função das dicas !
    Vocês devem rogar-me algumas pragas ! eheheh …

    Beijocas !
    .

    ResponderEliminar
  66. AFRODITE
    Claro ! Pricipalmente a foto (da net) da figueira na frente da igreja permite uma pesquisa fácil e leva-nos lá directamente ! :)))
    Eu tinha já estado há 3 anos e este mês voltei, conforme disse numa série de posts anteriores a este ! rsrs

    Óptima semana ! :)
    .

    ResponderEliminar
  67. Prof João Paulo de Oliveira
    Claro que estava certo ! É uma zona com características muito especiais ! Não se pode dizer “linda”, mas com uma beleza natural bruta, assente no relevo dos montes e vales a perder de vista, com um rio fantástico e produção de uvas, figos, amêndoas e azeitonas !
    Obrigado por ter lembrado o Corcunda de Notre-Dame ! :) … Lembro-me bem do filme ! :))

    Abraço !
    .

    ResponderEliminar
  68. Pedro Coimbra
    Exacto, Pedro ! … Já a acabar o tempo, ainda deu para cortar a meta ! eheh

    Abraço e óptima semana ! :)
    .

    ResponderEliminar