28/04/2013

FILHO DE PEIXE "APRENDE" A NADAR

.
Porque precisamos repensar o que falamos, fazemos ou dizemos perto das crianças ?????

AS CRIANÇAS buscam no OUTRO  e principalmente na figura do PAI e/ou da MÃE a identificação do seu EU.   

Por isso "imitam" os adultos e fazem exactamente o que os adultos fazem...

Os miúdos 
 são muito mais atentos, do o que nós pensamos, mesmo parecendo-nos que estão distraídos e aprendem muito mais depressa do que o que possamos imaginar !

Eles não precisam que se lhes explique nada !  Se queremos que eles APRENDAM, bastará FAZERMOS o que que queremos que eles aprendam !

Se tiverem filhos, netos, ou sobrinhos miúdos por perto, fiquem muito mais atentos a vocês próprios, em vez de se preocuparem em explicarem-lhes o que eles devem ou não fazer !

Olhem que eles são "cópias vivas a 3 dimensões" e muitas vezes, cometemos o tremendo erro de  não nos apercebemos !


Quantas vezes se culpam as crianças pelos seus comportamentos indesejáveis, quando eles são precisamente o espelho de nós próprios ! ? ...

VAMOS REPENSAR OS NOSSOS COMPORTAMENTOS, FALAS E ATITUDES na presença de crianças especialmente dos NOSSOS FILHOS, NETOS, ou  SOBRINHOS !!!




Claro que este vídeo não é "natural",  é "construído", mas é bem demonstrativo do que digo acima ! 

.

30 comentários :

  1. Olá Rui,
    Uma grande verdade.

    Muitas vezes, esquecemos que somos modelos para os mais novos. Basta ver nas escolas....os miúdos(as) refletem quase sempre comportamentos vivenciados em casa. A agressividade, a falta de educação ou certos clichés apreendem-se mais facilmente que as páginas de um livro.

    Falei em casa, mas podia falar na rua, na escola. São aprendizagens paralelas que, muitas vezes, pais e professores não conseguem dominar nem vencer.

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acontece é que pensamos que, como são crianças, não se apercebem dos nossos (maus) actos, dos quais, muitas vezes, nem nós próprios nos apercebemos, porque sentimo-los como naturais, pelo (mau) hábito ! :))

      Abraço, JP ! :))
      .

      Eliminar
  2. Olá Rui, eu não sinto isto em relação a mim ou aos meus familiares, e digo, nós temos o máximo de cuidado com estas situações, sempre as tive em casa, e com os que me rodeiam, mas sei que é verdade, que infelizmente há gente assim...por isso tenho o máximo orgulho na educação que temos dado ao nosso filho, o meu filho, não deita lixo para o chão, ajuda em tudo os mais velhos, digo-te é mesmo um motivo de orgulho.E tento semanalmente fazê-lo com os meus sobrinhos. Acredita, ainda hoje me chateei com o meu sobrinho pois ele virou-se para a mãe e disse-lhe "cala.te", eu fiquei passada e fui para a sala ao lado ter uma boa conversa com ele.Ele acabou a chorar e a pedir desculpa á mãe.Mas sabes o que me magoou? Foi que ele ouviu aquilo a um adulto...que eu tive de dizer que errou.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Felizmente, marina ! … e podes-te sentir muito feliz e orgulhosa por isso ! … mas olha que muitas vezes nem nós próprios nos apercebemos de certas das nossas "reacções" ! :))
      .

      Eliminar
  3. Já conhecia este video e acho que realmente "ensina" a importância dos exemplos que diáriamente damos aos mais pequenos.
    xx

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eles são muitíssimo atentos e têm o condão de não o deixar transparecer ! :))

      Bjs.
      .

      Eliminar
  4. Daí a frase "Faz o que faço, não faças o que eu digo".

    O vídeo pode ter sido construído, mas, infelizmente, não deixa de ser natural em muitos casos...

    Basta falar com as crianças para percebermos que elas estão atentas, que sabem cada vez mais e cada vez mais cedo...

    Beijinho :)))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eheheh… Infelizmente o que muitas vezes dizemos, depois de “caírmos em nós” e reconhecermos que erramos é : "Olha para o que eu digo e não olhes para o que eu faço” ! … mas quando dizemos isso, já é muito tarde e o mal foi feito ! rsrsrs

      Beijinho ! Ó trabalhadeira, sorridente ! :)))))
      .

      Eliminar
  5. Bicamigo

    Venho informa-te que estive muito doente. No sábado passado, inesperadamente, perdi a fala, perdi a consciência, perdi os movimentos.Fui ao Hospital de Santa Maria, felizmente puseram-me em bom estado, tal como podes ver através deste comentário.

    Logo que possível, por carta desenvolverei a tremenda ocorrência.

    Diz-me na Travessa o que sabes agora, sff. Muito obrigado

    Abrações

    H

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já estou ao corrente (mas não ao pormenor) e já passei por lá ! :)))
      Depois conta tudo ! rsrs

      Abraço ! :)
      .

      Eliminar
  6. É bem verdade, Rui! Eles aprendem muito mais e melhor pelo exemplo que pelo "palavreado". Com os alunos é a mesma coisa. Sempre agi convencida disso mesmo.

    Bom texto! Beijinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eles querem afirmar-se como “adultos” quanto antes e para isso querem é imitar os pais em primeiro lugar ! … e para isso, nada como fazer o que os virem fazer ! :)))

      Obrigado. Beijinho, Graça ! :)
      .

      Eliminar
  7. De facto. Nós somos os modelos. Por isso temos mais é que nos cuidar para sermos bons modelos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Modelos cheios de defeitos, como é natural nos humanos ! Infelizmente nem sempre modelos à altura das diversas circunstâncias ! :)))
      .

      Eliminar
  8. Olá Rui
    O exemplo, é o melhor professor para as crianças, daí a grande responsabilidade dos pais.
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Wander ! :)
      Ora aí está ! … os olhos captam muito mais que os ouvidos ! Até para nós. Quando quero decorar um nº por exemplo, o melhor é escrevê-lo e olhar para ele em vez de o decorar de ouvido ! rsrsrs

      Abraço ! :)
      .

      Eliminar
  9. Hoje este vídeo tocou-me particularmente. Hije fiz uma birra!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eheh… “No melhor pano cai a nódoa” ,… mas não te recrimines, porque acontece a todos ! Somos humanos e erramos ! O importante é aprendermos com os erros ! … “errar” é o melhor da aprendizagem !
      Se nunca errássemos era mau ! :))

      Bj.
      .

      Eliminar
  10. Que nossa amizade continue eterna
    e tenham sempre um lugar especial em nossos corações,
    e nossa jornada de hoje e de sempre esteja repleta de flores,
    paz e amor.
    Que DEUS: esteja sempre com sua mão
    estendida apontando o caminho correto
    por onde devemos prosseguir .
    Uma feliz e abençoada semana.
    Beijos,Evanir..

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As tuas palavras são sempre tão reconfortantes, Evanir ! …
      Igualmente para ti, tudo de bom !
      Uma fantástica semana !

      Beijinho ! :))
      .

      Eliminar
  11. Olá, Rui!
    Não há dúvida que o exemplo dos educadores sejam pais, irmãos mais velhos, familiares ou professores, são os melhores livros onde a criança aprende os deveres cívicos, desenvolve o carácter e forma a sua personalidade.
    Mas se me permites, há certas particularidades que já fazem parte da própria individualidade de cada um. A prova disso é que nós temos mais do que um filho, demos a mesma educação e oportunidades a todos de igual forma e, no entanto, a reacção deles é diferente postos em presença de situações idênticas.
    Claro, que os bons exemplos hão-de ser sempre a marca dominante de quem impõe as regras...:)

    Beijinhos amigos e votos de boa semana, Rui!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tocas num ponto muito importante, que de facto nos faz pensar muito !
      Será porque tiveram vivências diferentes em diferentes meios (escola ?, amizades ? ,…) … mas é um facto !
      Temos 5 dedos na mão e todos diferentes !
      Mas não podemos descurar ! :)))

      Beijinho, Jani ! :))
      .

      Eliminar
  12. Caro amigo Rui da Bica!
    Como é do seu conhecimento durante 20 anos tive a prerrogativa de ser regente de pequeninos na faixa etária de 9 ou 10 anos! Apesar dos percalços do meu árduo/fascinante ofício, rotineiramente era revigorante mediar e facilitar o adentramento dos regidos no fascinante e interminável mundo do conhecimento, bem como a inefável sensação de ver aqueles olhinhos ávidos em aprender! É evidente que também aprendia muitíssimo com eles... Concomitantemente também ficava desalentado quando me deparava com pais que não educavam seus filhos para viverem em sociedade, isto é, não eram modelos de pessoas que tinham clareza que seus direitos terminavam quando começavam os direitos de outrem.
    Caloroso abraço! Saudações aprendizes!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Neste aspecto o trabalho de professor deve ser fascinante e árduo ! :)
      Para um professor atento, apreciar as reacções de cada miúdo, que mostrem o seu nível de educação fora da escola deve ser riquíssimo !
      Também, como diz, o que aprendemos com eles !...
      Infelizmente, mais hoje em dia, é impressionante a atitude de tantos pais que pensam que a escola é que tem que que os formar para a vida e não a sua vivência em casa ! :((
      … e os culpados de todos os males da nossa sociedade, são os “malditos” professores que não “ensinam” as boas maneiras ! …
      Gente ignorante que não sabe o que diz nem o que pensa ! :((

      Grande abraço ! :)
      .

      Eliminar

  13. Excelente chamada de atenção Rui!
    Bem hajas!


    Um beijinho
    (^^)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado, Afrodite ! :)))
      Eu acho que, no fundo, toda a gente sabe e não é novidade, mas nestas coisas, de crianças, nunca é demais lembrar e manter bem presente ! :)))

      Beijinho ! :)))
      .

      Eliminar
  14. É um video algo tocante... Faz-me lembrar que mesmo pequenas coisas que nos possam parecer inofensivas a nós uma criança retém e depois reflete esse comportamentos nos outros.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É um vídeo para ajudar a manter o "alerta" ! Quantas vezes agimos de maneira errada, a quente, e não nos apercebemos que há os filhos ou netos, ou sobrinhos, por perto e isso é péssimo para a sua formação !
      Para eles, pequenas coisas, que nos passam despercebidas, podem ser muito marcantes e influenciadoras na sua personalidade futura ! :)))

      Beijinhos, Poppy ! :))
      .

      Eliminar
  15. cantinhodacasa29/4/13 22:33

    Conheço o vídeo, e sabes que eu lido com crianças/adolescentes. Sabes que digo muitas vezes que o comportamento que elas têm na escola, na rua, no café, são aquilo que eles apre(e)ndem em casa.
    E se não tivermos a colaboração dos pais, dificilmente conseguiremos "incutir" nos filhos boas maneiras...as mínimas possíveis.
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Calculo quanto deve ser complicado ser professor hoje em dia ! :((
      Os pais esqueceram-se, ou acham que é um direito adquirido do 25 de Abril, que os professores têm que ensinar e educar !!!
      Acontece que muitos deles até se esquecem que têm filhos e o dever de os educar !

      Beijinho :)))
      .

      Eliminar