06/01/2018

A GÍRIA PORTUENSE

Quando tiverem que fazer uma visita à  

"Antiga, Mui Nobre, Sempre Leal e Invicta, Cidade do Porto" 

será bom actualizarem o V/ vocabulário, para entenderem algumas coisas na terra das verdadeiras "Tripas" e "Francesinhas" :)



Deixo-lhes (apenas alguns) exemplos 
(para além de mais cerca de 500 que ainda tenho comigo, que isto é infindável ) :


Aguça - Afiador de lápis
Alapar - Sentar
Aloquete - Cadeado
Amarfanhar - Amarrotar ,  apertar bem
Azeiteiro - Proxeneta , chulo, que não gosta de trabalhar, que tem mau gosto a vestir-se
Badagaio - Desmaio
Baril - Giro, interessante, agradável
Bezana - Borracheira , bebedeira, piela, moca
Bitaites - Palpites
Bouça - Terreno arborizado, bosque
Briol - Frio
Broeiro  -  Grosseiro, rude, sem maneiras
Calcantes - Sapatos
Caraças -  O mesmo que carago
Carago - Interjeição que revela espanto, admiração,  coisa boa ,  (eufemismo de C......)
Carapim - Meia quente para dormir
Cimbalino - Café Expresso
Chaço - Carro velho
Chuço - Guarda chuva
Coturnos - Peúgas
Cruzeta - Cabide de roupa
Descolhoado - Sem "tomates"
Esbardalhar-se - Caír, estatelar-se no chão
Fanico - Desmaio
Fino - Imperial (cerveja)
Gunas - Ranhosos
Grizo - Frio
Incréu - Impecilho
Jeco - Cão
Lapada -  Bofetada ,  estalo
Lorpa - Parvo
Magnório - Nêspera
Molete - pão (formato bijou) , papo-seco
Morfar - Comer , (encher a mula)
Murcão - Tonto, lorpa, o que os sulistas (mouros) dizem dos nortenhos
Nicles - Nada
Picheleiro - Canalizador
Pildra - Prisão
Pinchar - Saltar
Ruço - Louro
Sameira - Carica, tampa de garrafa de refrigerante
Sertã - Frigideira
Sostra - Preguiçoso
Testo - Tampa de panela ou tacho
Toura - Mulher boazona
Trengo - Sem jeito
Trolha - Pedreiro
Truces - Cuecas de homem


Algumas Expressões :


A ver os ciclistas passar - Andar distraído
Acordar de cu p'ró ar - Acordar mal disposto
Adianta-te um grosso  - Não te adianta nada
Andar a butes - Andar a pé
Andar de cu tremido - Andar de carro
Andor violeta - Põe-te a andar daqui p'ra fora
Arrotar postas de pescada - Gabar-se em demasia
Bai-me à loja - Não me chateies
Baixar a bola - Falar mais baixinho, acalmar-se
Bater a bota - Morrer (como bater a caçoleta)
Chamar o Gregório - Vomitar
Com a breca - Com a perna adormecida, cãibra
Comida do cérebro - Maluca
Cresce e aparece -  Desaparece da minha vista
Dar de frosques - Fugir
Estar com o toco - Estar de mau humor
Ferrar o jeco - Fazer uma soneca
Fino como um alho - Muito esperto
Ir dentro - Ir preso
Laurear a pevide - Dar um passeio agradável
Não tenho mão nela - Não a consigo controlar
Nicles batatoide - Coisa nenhuma
Picar o ponto - Namorar
Tás-te a pôr a cavalo num quaro de sêmea -  Estás a querer evidenciar-te
Um foguete na perna - Uma malha caída nos collantes , ou nas meias (de seda)
Vai no Batalha - Vai contar essa a outro
Vai-te cozer - Eufemismo (insulto) pela semelhança com F....
Vai-te quilhar - Eufemismo menos acentuado que o anterior.
Vergar a mola - Trabalhar


Nota :

Mas se vocês forem umas "Garinas Boazonas"  venham também preparadAS  para  estas outras coisas .


.

14 comentários :

  1. Bom dia. E é assim mesmo que conheço a maior parte das expressões. :)) Gostei mesmo :))

    Deslaço memórias, d'amor ausente.
    .
    Bjos
    Bom Domingo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :)) Creio que não sejas de muito, muito longe do Porto, Larissa ! :))
      Gostei que tivesses gostado ! ☺

      Beijo e uma Boa semana ! :)

      Eliminar
  2. Um dia um garoto pediu-me um “aguça”. Aprendi com ele o significado do termo. Mas fiz questão de lhe ensinar o termo mais comum. : ))
    Conhecia os termos badagaio, amarfanhar, bitaites, caraças, testo e sertã. Truces também. Alguém da minha família, de idade mais avançada, teria usado a palavra. : ))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. eheheh… É que o que é curioso nestas coisas de “linguarejar”, é que por tanto se ir teimando com certos vocábulos ou certas expressões , elas vão sendo transmitidas dse uns para os outros e acabam sendo do domínio publico ! … Um bom exemplo é o “bué” , que hoje já é oficialmente uma palavra portuguesa !
      Estas coisas são “bué de fiches” ! :))

      Obrigado, Catarina.
      Beijinho e uma Boa semana ! :)

      Eliminar
    2. Bué não faz parte do meu vocabulário. Detesto profundamente a palavra. Embirro com ela. Assim como gajo ou gaja. ; ))

      Eliminar
    3. :)... Mas olha que já foi "oficialmente" aceite ! :)
      também acho estranho que o tenha sido ! :( ... Só praticamente usada por um tipo de juventude.

      gajo/a , acho muito "depreciativo" ! :(

      Eliminar
  3. E fiquei aqui alapada porque estes termos são do baril :)
    Alguns já conhecia, mas a maior parte não.
    Tenho que actualizar o meu vocabulário da Invicta, assim pode ser que me confundam e pensem que sou do Porto, carago :) :)

    Beijinhos Rui

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. eheheh … Deves conhecer uma boa parte deles !
      Eu refiro que são apenas alguns ! … Tenho mais uns 500 !!! … mas mesmo com esses continuarão a haver muitos mais !
      Para nós portuenses até se torna por vezes difícil destrinçar se se trata de palavras correntes ou de gíria ! :))

      Beijo, Manu :)

      Eliminar
  4. Algumas e são muitas dessas palavras também fazem parte do vocabulário aqui no Centro, eu própria as uso, dependendo de com quem falo.
    Mas sabes que não li aqui uma que só a ouvi no Porto e em Ponte de Lima, foi no transito, um carro ia devagar e o condutor do outro apitou e disse " não fo... nem sais de cima" eu e o Rodrigo rimos muito, mas só eu é que não conhecia, ao contrário do Rodrigo que profissionalmente frequentava o Norte.

    Boa semana Rui e um beijinho.

    P.S. As coisas estão estáveis, mas amanhã vai ser difícil, uma etapa dolorosa o espera.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tal como disse agora, acima. A certa altura, já não sabemos o que já é corrente ou gíria ! ☺
      Isso torna uma língua rica !
      Essa também conheço, claro ! Eheheh… Há quem use : “nem o pai morre, nem a gente almoça” ! … mas essa é muito mais interessante !!! :)))
      Espero que “as coisas” corram bem, Adélia ! Oxalá que sim ! Bem mereces alguma tranquilidade !

      Beijinhos, amiga ! :)

      Eliminar
  5. Armante - presumido
    Basqueiro - barulho
    Baraço - cordel
    Bufar - soprar
    Brunir - engomar
    Carcela - braguilha
    Canalha - crianças
    Comilice - batota
    Carola - Cabeça
    Chunga - ordinário
    Fatela - ninharia sem valor
    Fajardo - tratante
    Faneca - mulher atraente
    Guita - dinheiro
    Hidranja - hortênsia
    Japoneira - Cameçeira
    Lafrau - gatuno
    Maralhau - ajuntamento
    Negos - copos de três
    Osga - raiva
    Patroa - esposa
    Penca - couve portuguesa
    Pandorca - desmazelada
    Parcómetro - parquimetro
    Prego - bitoque
    Parolo - saloio
    quartilho - meio litro
    Quilho - testículo
    regadela - mentira
    seita - grupo
    tias - prostitutas
    taró - frio
    Mais umas quantas do livro Textos, Pretextos e contextos do meu amigo Jorge Esteves.
    Ainda convalescente mas graças a Deus bem melhor, estou de volta.
    Abraço e boa semana






    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ahahah… Booooa , Elvira !!! … São tantas, tantas que seria impossível mencioná-la no ãmbito de um post. Só com um “calhamaço” com uma boa recolha !
      Há que ter em conta :
      Nomes de coisas , … que noutros lados t~em um nome completamente diferente;
      Calões, só habituais numa determinada zona ;
      Expressões , que à primeira vista não t~em nada a ver com o que querem dizer na gíria ;
      Tantas e tantas variantes !!!…

      Obrigado pelo enriquecimento do post ! ☺
      Abraço e ainda bem que já lá vai o mal ! ☺ … Boa semana ! :)

      Eliminar
  6. Os vários textos sob o Porto e a singular maneira de falar dos tripeiros são de uma excelente qualidade. Aproveitei e gravei-os (a todos), para memória futura, no meu OneNote. Espero que não se importe.
    Obrigado por todos os bons momentos que tenho passado no Coisas da Fonte. Divertir e aprender com rigor e qualidade.
    Obrigado, Rui. Um abraço.
    Um abraço e beijinhos a todos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :))... Pena que, com o registo desse "dicionário" de vocábulos e expressões não se possa fazer o registo da pronúncia e do sotaque !
      Tenho mais uns 500 ! ... Tentarei enviar-lhos ! :)

      Tenho dito e repetido que os bons posts dependem mais dos comentadores do que do post em si ! ... Por isso, o mérito é Vosso ! :))

      Abraço grato :)

      Eliminar