16/11/2012

ALDEIAS DO NORTE

Re-editado
.
Trata-se da aldeia de CAÇARELHOS , entre Miranda do Douro e Vimioso. 

É uma freguesia, hoje pertencente ao concelho de Vimioso, com 31 km2 e cerca de 200 habitantes. Uma aldeia rica em história. Julga-se que teve origem num Castro que terá existido no lugar de Castrilhouços.

Revela a história que metade da aldeia, em 1217, teria sido vendida a um Mosteiro espanhol em terras de Sanábria (Espanha). Foi então que alguns fidalgos de Leon foram encarregados de povoar este território que à época se encontrava despovoado.

O seu nome, Caçarelhos já consta do arrolamento de 1320 no reinado de D. Dinis, estando nessa altura sob a jurisdição de Miranda do Douro, famosa pelo Mirandês e pelos seus Pauliteiros, havendo registos de ter atingido razoável desenvolvimento e até com hospital .

Desde o início do séc. XX sofreu uma grande redução populacional devido à emigração principalmente para S. Paulo (Brasil), Espanha e França. Até há pouco tempo falava-se por lá o Mirandês, havendo dúvidas se esta, oficialmente, 2ª língua portuguesa seja um dialeto leonês !




Sobre as 1ªs fotos (1ª questão) :

A questão levantada e referente à placa nos canabais, esta tem a inscrição de LARGO DA FEIRA, embora o local seja também conhecido por LARGO DOS CABANAIS.



Sobre esse largo há imensas fotos que mostram os cabanais a funcionarem como bancas de mercado e o restante espaço habitualmente ocupado por pessoas ou eventos de variadíssimos tipos.

O cabanal é também local de encontro e convívio das gentes da aldeia. Tornou-se património cultural da aldeia pelo facto de ser uma construção que quase já não existe em todo o país.”

É muito conhecida aqui a  FEIRA DO PÃO  dedicada ao tradicional pão de Caçarelhos”, um produto com muita “fama” em todo o concelho. que mobiliza dezenas de expositores, para além mostrarem os tradicionais folares da Páscoa, as “roscas”, os “económicos”, e outros produtos da terra, como as compotas, o feijão seco ou as cascas .

Por tradição, o dia da Feira do Pão atrai à localidade visitantes de todo o concelho, dos concelhos limítrofes e da vizinha Espanha.


A existência do tanque indicia que em tempos pudesse ser local de feira de gado, embora presentemente não haja notícias sobre isso.

Link sobre a  IGREJA MATRIZ e OUTROS .


Acertaram:
Nina,  Rosa dos Ventos,   Afrodite,    Prof João Paulo de Oliveira,  Janita

Obrigado a :
lis,  Teté,  papoila,  Graça Sampaio,  Catarina,  Pedro Coimbra  



INICIAL :
.
DUAS QUESTÕES :

Se repararem na 1ª foto, há uma placa indicativa do local.
O QUE ESTARÁ ESCRITO NA PLACA ?

Será "pedir demais" conseguirem identificar esta aldeia ?
Sugestão : Talvez que, se conseguirem "encontrar" a igreja das duas últimas fotos, seja mais fácil !
QUAL SERÁ ESTA ALDEIA ?
(Difícil ?... creio que sim ! ... mas tenho esperança que alguém consiga responder certo ! :))


Estas 2 fotos estão no seguimento, uma da outra


                              Pormenores da 1ª e da 2ª

                  
       
Outras vistas da aldeia :

                       








61 comentários :

  1. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar

  2. Que é do Norte ninguém duvida... hehehe
    Vou pesquisar um bocadinho!
    Fiquei "apaixonada" por este lugar!

    (^^)

    Beijinho

    ResponderEliminar
  3. Lindíssimo e cheio de história, já não consigo parar de ler.
    Ao que parece metade desta aldeia foi vendida, em tempos, a nuestros hermanos.

    Ainda bem que a recuperamos.:)

    ResponderEliminar
  4. Demasiado explícita a 1ª dica!:(

    ResponderEliminar
  5. Conheço a aldeia já por lá andei nas minhas andanças, acontece que não atino com o nome! :-))

    Abraço

    ResponderEliminar
  6. Onde anda o pessoal?
    Terá aproveitado a boleia e ido à feira?:)

    ResponderEliminar
  7. Toca a dar pistas, Rosinha, que eu não atino com nenhuma e faço asneira.:))

    ResponderEliminar
  8. AFRODITE
    Depois de o conhecer, pela pesquisa, então é que ficamos “encantados” !
    … é mesmo muito especial ! :))
    .

    ResponderEliminar
  9. Nina
    Foi o que me aconteceu ! Não se consegue parar de ler sobre a aldeia, sua história, seus costumes e tradições,
    À 1ª vista não seria, mas com uma ligeira pesquisa já lá estávamos ! :)))
    A ti, não te escapa uma ! eheh
    .

    ResponderEliminar
  10. Rosa dos Ventos
    Se tiveres o Google Earth ou Maps é só ir seguindo o itinerário que fizeste e passarás por lá !
    O nome até é um bocado “estranho”. eheheh
    .

    ResponderEliminar
  11. Nina
    Hoje já não é dia de greve ! eheh
    … esperemos que se cheguem ! :)
    Hoje é 5ª fª, devem ter ido à feira, mas se aparecerem faremos um “bacanal” com caçarolas de barro e música de gaita de foles ! eheheh
    Quando há mais dificuldade na identificação o “movimento” não é tão grande, por isso tenho que pôr algumas fáceis de permeio ! eheh
    De qualquer forma, o “pessoal” está” mais disponível à noite, especialmente na hora de eu ir para a cama, lá pelas 23 h ! eheheh
    .

    ResponderEliminar
  12. Quem não tem cão caça com gato!
    S. Pedro mandou tanta chuva que tenho de ir pôr uma caçarola ao lume para cozinhar o que cacei! :-))

    Abraço

    ResponderEliminar
  13. Belíssima aldeia Rui, dei umas pesquisadas mas só algo parecido rs
    ainda nao tenho o google Earth, tenho q providenciar rs
    de qualquer forma quem sabe uma dica mais quente? se tiver um nome típico masculino pode ser que esteja no caminho certo da aldeia. rs
    beijinhos

    ResponderEliminar
  14. Já tou com os olhos em bico, de ver tanta Igreja e sininho. Volto mais logo (lá prás 23horas, eheheh!), que devo ter percebido mal as pistas... :)

    Beijocas!

    ResponderEliminar
  15. Rosa dos Ventos
    eheheh … pois caça ! :))
    …mas olha lá ! Normalmente cozinhas com panelas, tachos ou caçarolas ? … é que em minha casa, quase sempre, utilizamos as panelas ou tachos e em vez da sertã usamos a Wok ! :))
    Dizes bem : caçar com gato e não com gata ! eheh … é que estas, são terrivelmente ciumentas (diz a Nina no seu blog) ! eheh

    Abraço !
    .
    .

    ResponderEliminar
  16. lis
    É mesmo rural, rural, lis ! :) … Então ? … estamos a falar de coisas bem quentes no comentário anterior ! eheh … e o que te parece aquele largo ?... Se calhar é ! :))
    Não tem nome de pessoa ! :((

    Se quiseres o Google Earth é facílimo. Vais ao Google e fazes o download gratuito do Google Earth e do Google Maps ! … é muito rápido e não há qualquer perigo de nenhuma espécie ! É só ir seguindo as instruções
    Dá muito jeito para qualquer tipo de informação !

    Beijinho, Lis ! :)
    .

    ResponderEliminar
  17. Teté
    Eheheh … Já há algumas dicas bem “quentes” ! :)) … para além de se descobrir onde fica a igreja ! :))
    Com que então só depois das 11 ? eheheh … só respondo amanhã ! :)))

    Beijocas !
    .

    ResponderEliminar
  18. Rui, para mim essa torre com três sinos.... será Moncorvo????
    xx

    ResponderEliminar
  19. Rui,
    acho que não há aldeia nem igreja do norte que não me tenha passado na frente dos olhos...até encontrei uma velha igreja muito parecido com a tua. Até dei um grito de alegria, mas qual quê?
    A esta falta-lhe o sinho de cima e tem a porta quadrada. ehehe

    Vou desistir, antes que fique cega de vez...já me ardem os olhos.
    As dicas até agora dadas, para mim valeram zero!!!
    Não consigo caçar nem com gato nem com cão...:))

    Quem sabe lá mais para a frente?!

    Beijos.

    ResponderEliminar
  20. Rosa dos Ventos
    É uma espécie de sertã, mas com o dobro da altura e com base pequena e larga em cima.
    Melhor explicação poderás ver no Google Imagens, escrevendo Wok ! :))
    Tem-nas lá de todos os formatos e a serem nelas preparados cozinhados !
    Devo dizer-te que é a minha comida preferida ! :))
    .

    ResponderEliminar
  21. Papoila
    Não é, mas posso adiantar que é para esses lados – Alto Douro - Trás os Montes.
    Em linguagem militar podemos dizer que é em Portugal às 13 horas ! :))
    Já há várias dicas.

    :))
    .

    ResponderEliminar
  22. Janita
    Dei o mês passado um passeio pelo Alto Douro Vinhateiro. O itinerário foi : Porto, Régua, Pinhão, Alijó, Tua, Vila Flor, Miranda do Douro, Vimioso, Mogadouro, Moncorvo, S. João da Pesqueira, Régua, Porto.
    Foi numa aldeia entre duas dessas terras ! :))
    Já há boas dicas, para a 1ª foto e para ao nome da aldeia ! A Nina e a Rosa dos Ventos, já acertaram !
    Então agora vê se caças ! eheh

    Bjs
    .

    ResponderEliminar
  23. Todos
    Têm-se esquecido da 1ª questão !!!
    Até agora apenas a Nina respondeu certíssimo a tudo e a Rosa dos Ventos identificou a aldeia pelo nome !
    Atentem nas dicas ! :))))
    .

    ResponderEliminar
  24. Muito bonitas as fotografias: especialmente a primeira. tenho ideia que já lá estive, não sei... Mas não me apetece ir pesquisar como as minhas antecessoras... Viva a preguiça!

    ResponderEliminar
  25. Caro amigo Rui da Bica!
    Quando acessei de manhã seu blog ainda não havia o enigma.
    Somente agora retornei ao mundo cibernético... Li os comentários anteriores e pesquisei, mas desta vez, mesmo com as pistas, não consegui descobrir o nome desta aldeia, que fica nas adjacências da fronteira com a Espanha.
    O mais interessante é que na aldeia de Paradela a Igreja Matriz é muito parecida com a do enigma, mas quando a observei atentamente descobri que não era a do engima, apesar de também ter três sinos.
    Também observei a primeira fotogafia e tudo indica que houve uma tentativa de apagar o que estava escrito na placa. Se realmente foi apagado seria de bom alvitre saber o motivo...
    Aquele tipo de galpão bem antigo que está com a placa é um estábulo?
    Caloroso abraço! Saudações fronteiriças!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderEliminar
  26. Gostei muito deste desafio, pela "luta" que deu na pesquisa mas essencialmente pela beleza de tão interessante paragem.

    As dicas foram uma mais valia.


    Beijinhos a todos
    (^^)

    ResponderEliminar
  27. Caraças, tanta pesquisa, tanta pesquisa para ir parar a Ervededo, com um campanário semelhante com três sinos... mas não é! E calculo que será para a região transmontana, mas há muita igreja e aldeia por aquelas bandas, de modo que acaba já aqui a pesquisa, para não dar em doida! Fico a aguardar a solução.

    Ah, e ainda passei por Fornos (com ou sem Algodres), tou cansada de tanta passeata... :)

    Bons sonhos, Rui!

    ResponderEliminar
  28. Ena, tantas dicas!
    Ora vejamos... é uma aldeia praticamente deserta, nortenha...
    Já volto.

    ResponderEliminar
  29. Cabras, cabritos.....
    É por aí???
    Aquele abraço e votos de bom fim-de-semana!!

    ResponderEliminar
  30. Mandei o que está escrito na placa por mail que terá chegado ou não!
    mas não tenho a certeza se será esse o nome...

    Abraço

    ResponderEliminar
  31. Graça Sampaio
    … e sabe tão bem preguiçar !... eheheh … mas a preguiçar não se chega lá ! rsrsrsrsr
    Sabes que até eu já aprendi “umas coisas” depois de postar ?... Não sabia o nome genérico daquela construção (da 1ª foto) e fiquei a saber ! :)))) … e … muito mais coisas ! eheheh
    .

    ResponderEliminar
  32. Prof João Paulo de Oliveira
    É verdade. Muito perto de Espanha ! :)
    Não é em Paradela, mas é curioso que, por curiosidade ao procurar ver a igreja de *aradela vi que há uma quantidade de Paradelas ! eheheh
    Fui eu mesmo que apaguei o que dizia na placa, para poder fazer a pergunta ! :))
    O que lá diz, refere-se à utilização que dão ao local (espaço), exterior e interiormente àquela construção a que chama “galpão” ! Curiosamente também não conhecia este nome ! Trata-se de um nome genérico para determinadas “funções idênticas” mas este é mais conhecido por, também outro nome genérico mais utilizado por estes lados e que eu também desconhecia.
    A sua função não é de estábulo ! É para uma função “mais social e comercial” ! eheheh

    Abraço ! :)
    .

    ResponderEliminar
  33. Afrodite
    Certísssimo (o mail) . Estás em pé de igualdade com a Rosa dos Ventos. Só faltou um pequenino pormenor do que diz na placa da foto 1 ! De resto também tudo muito bem explicado com link (onde está tudo)! :)))

    Bjs
    .

    ResponderEliminar
  34. Teté
    Ervededo é uma aldeia perto de Chaves e tem de facto muitas características parecidas.
    Esta é mais para a direita e ligeiramente para baixo (no mapa) ! :))
    Fornos ! Curioso que fui ver onde ficava, por curiosidade, e fiquei surpreendido, que tal como Paradela (João Paulo), também há variadíssimas aldeias com este nome ! eheheh
    Pelo menos deste uns belos passeios por Trás os Montes e Alto Douro ! Ficaste mais enriquecida culturalmente ! eheheh
    .

    ResponderEliminar
  35. Catarina
    É verdade Catarina! Tem apenas cerca de 200 habitantes, mas em dias festivos ou de determinadas actividades junta muita gente das redondezas e até de Espanha ! :)))
    .

    ResponderEliminar
  36. Pedro Coimbra
    Um dilema, Pedro ! eheh … é que em Trás os Montes e Alto Douro há cabras e cabritos por tudo quanto é sítio !
    Portanto, até poderá ser, mas não poderei saber se se referia a esta terra ou não, embora não seja uma das actividades mais relevantes ! :)
    .

    ResponderEliminar
  37. Rosa dos Ventos
    Já respondi por mail ! :))… Estás quase, quase certa ! eheh
    Tal como a Afrodite, praticamente certa, mas coma pequenina imprecisão ! eheheh

    Abraço !
    .

    ResponderEliminar
  38. Todos
    Ajuda para quem ainda não descobriu ! Os que já desvendaram a questão vão-se rir com tantas dicas ! :))

    Dicas nos comentários :

    -O pessoal ? …Terá ido à feira ?
    -O nome até é um bocado “estranho”.
    -Hoje é 5ª fª, devem ter ido à feira, mas se aparecerem faremos um “bacanal” com caçarolas de barro e música de gaita de foles !
    -Quem não tem cão caça com gato!
    -tenho de ir pôr uma caçarola ao lume para cozinhar o que cacei.
    -… pois caça ! :))
    -cozinhas com panelas, tachos ou caçarolas ? …
    -… Já há algumas dicas bem “quentes” ! :))
    -é para esses lados – Alto Douro - Trás os Montes.
    Em linguagem militar podemos dizer que é em Portugal às 13 horas ! :))
    -Dei um passeio - O itinerário foi : Porto, Régua, Pinhão, Alijó, Tua, Vila Flor, Miranda do Douro, Vimioso, Mogadouro, Moncorvo, S. João da Pesqueira, Régua, Porto.
    Foi numa aldeia entre duas dessas terras ! :))
    -Então agora vê se caças ! eheh
    -Muito perto de Espanha ! :)
    -Tem apenas cerca de 200 habitantes, mas em dias festivos ou de determinadas actividades junta muita gente das redondezas e até de Espanha ! :)))

    Boa sorte ! eheheh
    .

    ResponderEliminar
  39. Bom dia!!!!!

    Só vim trazer uma beijoca sorridente:)

    ResponderEliminar
  40. Caro amigo Rui da Bica!
    Enviei-lhe correspondência eletrônica com as respostas.
    Agora me dei conta que não encontrara esta aldeia na zona rural lusa anteriormente, porque foquei as pesquisas nas aldeias que realmente estão bem próximas da fronteira.
    Também descobri que muitos habitantes desta aldeia imigraram para cá e fixaram residência em São Paulo.
    Também descobri a função social do galpão.
    Depois gostaria de saber mais a respeito do dialeto praticamente extinto que os habitantes falavam...
    Caloroso abraço! Saudações farináceas!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderEliminar
  41. PS - Minha colega de carteira, a sempre aplicada/aluna Nina, tentou ajudar com a pista da aldeia venida pela metade e depois retomada, mas apesar da sua boa intenção a pista levou-me para outra linha de pesquisa...

    ResponderEliminar
  42. Nina
    :))) … Bom Dia , Nina !!!! … Beijoca sorridente de uma “Obcecada” (eheh) e com esse “brilho no teu olhar”, sendo “certo que brilhará cada vez mais”, deixa-nos a todos, também mais sorridentes e felizes ! rsrsrsr
    É bom sentirmos-te feliz ! Tu mereces ! :))))

    Outra para ti ! :))
    .

    ResponderEliminar
  43. Prof João Paulo de Oliveira
    Tudo certinho (no mail) ! :))
    É verdade ! São Paulo tem aí uma boa colónia de gentes destas paragens ! eheheh
    … por isso e por outras coisas é que apenas há umas 200 pessoas nesta aldeia ! :))
    Já seguiu mail sobre a questão que coloca ! Sabe que é um caso único em Portugal ? eheh

    Grande abraço !
    .

    ResponderEliminar
  44. Caro amigo Rui da Bica!
    Reitero que a imperdível Escolinha do Professor Rui da Bica é uma fonte inesgostável de conhecimento!
    Agradeço o envio das informações a respeito do dialeto fronteiriço!
    Caloroso abraço! Saudações aprendizes!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderEliminar
  45. Até me sinto envergonhada...
    Dizerem que há tanta pista
    E eu seguindo tudo à risca
    Sem conseguir descobrir nada!!

    Ai, Rui, ou eu bloqueei ou me andam a boicotar!
    Já estou a ficar traumatizada. eheheh

    Beijos, até mais logo!

    ResponderEliminar
  46. Cara aluna/aplicada Janita!
    Uma pista que ajudou-me sobremaneira foi a que o nosso estimado Professor Rui da Bica forneceu, alusiva aos aproximadamente 200 habitantes desta aldeia rural lusa, que fica a aproximadamete em linha reta uns 15 kms da fronteira.
    Outro pista boa é referente ao dialeto quase em extinção falado pelos habitantes...
    Será que na região tem raposas e os habitantes são adeptos da caça a raposa?!...
    Caloroso abraço! Saudações caçadoras!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderEliminar
  47. Prof João Paulo de Oliveira
    Eu estou a ver é que o João Paulo, daqui a nada, sabe mais de Portugal do que todos nós ! eheheh …

    “Dialeto fronteiriço” é outra dica ! Em Portugal só há um caso destes. Será que se trata de uma aldeia próxima de Miranda do Douro, não obrigatoriamente pertencendo a esse concelho ? eheheh
    …raposa para “caça” ? … uma boa dica ! :))
    .

    ResponderEliminar
  48. Janita
    Não tens por que te sentir envergonhada. Até agora apenas 4 lá chegaram !
    A Nina, logo de imediato, A Rosa dos Ventos e a Afrodite depois e finalmente o nosso amigo João Paulo, que está um “expert” em assuntos portugueses !
    Não te quero traumatizada. Sabes que estas coisas exigem muita pesquisa e um bom aproveitamento das dicas ! :))
    Ainda agora (acima) saíram algumas :
    Aldeia perto da terra dos “Pauliteiros” com língua/dialecto mirandês, não pertencente a esse concelho e que fica entre 2 das terras mencionadas no itinerário que eu tinha feito.
    Falou-se muito em “feira” (terá a ver com alguma/s foto/s e em “caça”, “caçarola”, (terá a ver com o nome da terra ? ) …Falou-se também em galpão, mas eu preferia cabanal ( de “bacanal” que também foi falado) …
    Então vamos lá à caça de caça….. e depois vamos à feira, que amanhã já é sábado ! :))

    Beijinho ! :)
    .

    ResponderEliminar
  49. Ah, Rui...esta foi arrancada a ferros, mas cheguei lá!
    Penso eu de que, claro!:))

    Já fiz seguir mail mas sem responder à primeira pergunta...agora me lembro!

    Foi tal o empolgamento quando descobri a Igreja e o nome da Aldeia, que acabei por esquecer o resto. Deixa lá...dás-me 50% de validação. lol Beijinhos.


    Permite-me que agradeça ao Caríssimo e prestativo Professor João Paulo a sua preciosa dica. Muito obrigada, Prof.!
    Não, não foi a da caça às raposas!
    Foi a outra...:))))

    Um abraço e bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  50. Elááá´...qué isso, ó Rui?

    Então eu dou um duro danado pra descobrir a Aldeia e a Igreja, vim do escritório direitinha para o pc, envio-te o mail, de seguida venho ao teu blog alegremente dar a notícia do meu esforço. Olha que houve aí um desencontro qualquer. Já foste ver os teus mails?
    Caramba, Rui...eu ainda não tunha desistido e saio do trabalho às 18H.00.
    Fazes favor de botar o meu nome aí entre as vencedoras. Bolas, estou descoroçoadíssima! ...:(((
    Podias ter esperado mais um bocadinho. Assim até parece que fiz batota. Vou chorar, búééé....

    ResponderEliminar
  51. Janita
    Mal recebi o teu mail , certíssimo com link e tudo dei por encerrado o enigma !
    Sabendo da tua determinação e persistência eu sabia que conseguirias chegar lá ! :)))
    Foi muito bem “Caçado” mesmo já ao anoitecer ! eheheh
    Claro que vi o teu mail das 18.45 ! :)) … então não viste o teu nome lá em cima ? eheheh
    Olha que foram só mais 4 que acertaram ! rsrsrs
    Estás de parabéns ! Gosto de ver assim pessoas determinadas e teimosas ! Vale a pena o esforço quando se vê que ele foi coroado de êxito !

    Parabéns Janita ! :))
    Beijinho ! :)
    .

    ResponderEliminar
  52. Ó Rui, desculpa lá ter sido tão intempestiva, mas sabes que eu às vezes fico cegueta de todo.:((

    Ainda bem que desta vez te mandei o mail primeiro e só depois vim aqui. Quando não é que perdia mesmo o comboio do Tua...eheheh.

    Beijinho Rui, e obrigada por teres esperado por mim! :))


    ResponderEliminar
  53. Pronto, tá visto, não sirvo para a caça!

    Beijocas!

    ResponderEliminar
  54. Cara aluna/aplicada Janita!
    Folgo saber que as pistas que lhe indiquei foram úteis!
    Aprecio sobremaneira frequentar a Escolinha do Professor Rui da Bica e mais ainda conhecer pessoas argutas e sempre propensas a aprender cada vez mais!
    Também fico jubiloso com os elogios do nosso querido Professor!
    Caloroso abraço! Saudações amistosas!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderEliminar
  55. Janita
    rsrsrsrsrs
    Fizeste bem em ter mandado o mail ! :)))
    Assim deu para ir preparando a re-edição ! :)))

    Beijinho, Janita ! :))
    .

    ResponderEliminar
  56. Teté
    eheheh … servir, serves ! Não gostas é de perder muito tempo a fazer pontaria ! rsrsrs

    Beijoca ! :)
    .

    ResponderEliminar
  57. Prof João Paulo de Oliveira
    Esta era mesmo difícil ! rsrs … Reconheço que devem ter passado muito tempo em pesquisas para chegar lá ! :))
    Até eu aprendo muito convosco ! Por exemplo : “Cabanal” e “Galpão”, 2 palavras que não fazia ideia que existissem ! … além de muitas coisas sobre esta Região que desconhecia !

    Abraço ! :))
    .

    ResponderEliminar
  58. E nestes dias que não estive cá ,é que foi posto um enigma aqui da região...Caçarelhos , Vale de Frades , Uva , Silva etc etcTive muitos alunos destas terras , eram todos bons alunos, mas não sei porquê .M.A.A.

    ResponderEliminar
  59. M.A.A.
    É sempre assim ! eheheh
    Agora me lembro : 4ª a 6ª, Águas Santas ! :))))

    Bj.
    .

    ResponderEliminar