30/09/2013

AZAR ?... SORTE ? ... "AGUARDEMOS PARA VER" !

Os altos e baixos da vida  ! 

Estes conceitos são extremamente vagos e falíveis. Senão, vejamos :

Um "amigo meu", profissionalmente e em todos os aspectos, bem colocado na vida, viu-se em determinada altura dos anos 90, vítima da crise europeia e mundial, que se transmitiu a Portugal, levando a empresa onde trabalhava,  a fechar e a ficar sem emprego !

O largo período anterior ao encerramento foi muito penoso, tendo levado esse meu amigo a ter que ir "convencendo" as 300 pessoas da empresa da inevitabilidade da situação e a sugerir-lhes uma negociação de fim de vínculo de trabalho, por mútuo acordo.

Esse factor e todo o envolvimento inerente, levou-o a uma situação doentia. 
Ele sentia-se mal e pensava que isso se devia à "pressão" da situação. 
Quanto a empresa encerrou, ele, finalmente, teve tempo para ir ao médico !
Feitos uma série de exames, chegou-se à conclusão que tinha um cancro no cólon ! :((

Disseram os amigos : Eh páh,... que azar ! Dois grandes problemas, ao mesmo tempo !!!
Não sei ! Aguardemos para ver, disse ele !


Esse meu amigo, pensou bem na vida e, calma e serenamente, procurou resolver a situação !
Procurou ajuda médica no SNS, enviado para o IPO e rapidamente sujeito a cirurgia que tudo indicava correu bem , dizendo os médicos que pelo menos para já ele tinha salvo a vida,  por detecção imediata do "problema", o que talvez não fosse possível daí a poucos meses! :)))

Disseram os amigas : Eh páh ... que sorte !!! ...  Olha se a empresa não tivesse fechado e tu continuasses a trabalhar ? ... Não te safavas desta ! :))
Não sei ! Aguardemos para ver, disse ele !

Os dias foram passando, as semanas também, mas as possibilidades de arranjar um novo trabalho eram muito difíceis, quer pela idade (é-se "velho" aos 50 anos), quer pela "marca da doença" (embora curada (?)  ) !
Era praticamente impossível, nessas condições, arranjar um emprego ! 
O problema é que, mesmo com baixa médica, tendo ele 50 anos, esta não poderia manter-se até à Reforma aos 65 ! ... e ainda, dado que o valor a receber na reforma se basearia no ordenado médio dos melhores 5 dos últimos 10 anos, vezes o nº de anos de trabalho a 2% por ano, isso representaria o "salário mínimo" aos 65 anos e ...  zero euros, findo o período de baixa médica até à idade da reforma !

Disseram os amigos : Eh páh ! ... mas que azar  ! ... Não é justo, depois de tantos descontos ! :((
Não sei ! Aguardemos para ver, disse ele !

Verificando a impossibilidade de arranjar trabalho, debilitado física e psicologicamente pela situação e pelas expectativas, foi-se "abaixo" e recorreu à possibilidade de Reforma antecipada por incapacidade ( o que era atribuível nestas condições) !
Demorou algum tempo até que a Junta Médica oficial lhe atribuísse essa situação !

Helas ! :)) ... Sendo assim, feitas as contas, o valor da Reforma, dados os elevados descontos feitos ao longo da vida activa de trabalho e fazendo aquelas contas complicadas, não era nada de desprezar. Era até uma belíssima reforma !!!

Disseram os amigos : Eh páh ! ... mas que sorte que tiveste  !  :)))
Não sei ! Aguardemos para ver, disse ele !

Acontece que esse meu amigo não era pessoa de "deixar correr".  Ficar à espera do fim do mês, sem trabalhar era tudo o que menos lhe interessava ! Começou então a trabalhar como "Free lancer" em consultoria de gestão industrial ! Trabalho não lhe faltava, porque era conhecido e considerado e sentiu-se voltar aos bons tempos !

Em determinada altura, o coração e outras várias maleitas, começaram a "pregar-lhes umas partidas". Os médicos do hospital público informaram-no que seriam necessária uma cirurgia muito melindrosa primeiramente ao coração e só após essa se poderiam encarar as outras e que teria que encarar a vida de outro modo !  :((

Pensaram os amigos : Eh páh ! ... mas que azar ! ... (desta vez é que é ! ... pensaram)  :)))
Não sei ! Aguardemos para ver, pensava ele !

Cirurgias realizadas com pleno êxito e alta hospitalar, prevendo os médicos que o grande problema e todos os outros, estavam resolvidos ! :)))

Disseram os amigos : Eh páh ! ... mas que sorte ! És um felizardo !  :)))
Não sei ! Aguardemos para ver, disse ele ! ....



Moral da estória : 

Será que há "Azar" ? Será que há "Sorte" ? ... Eu, não creio nesses "conceitos" !
Creio na "força interior" de cada um, em função do seu  "positivismo" e do seu "optimismo" e da sua maneira de encarar a vida  !!!! 

Os ditos "azares " e "sortes" são situações passageiras, que se alternarão inevitavelmente, quer queiramos, quer não !
Até a almejada busca da felicidade, tão difícil de alcançar e que "com muita sorte" (rsrs) um dia há-de cair do céu aos trambolhões (pensa a maioria),  afinal, está à "nossa frente", desde que afastemos os "pedregulhos" que constantemente colocamos à nossa frente, impedindo-nos de a ver e sentir !

Disseram-me que só quem passa por situações idênticas às do meu amigo, consegue dar o verdadeiro valor à vida , à família, ao amor, aos amigos e à saúde ! ... e que tudo o resto, ...  não conta rigorosamente para nada !!! ... simplesmente porque, ... "não é importante" !!!

Terão sido influências desse meu amigo ? ...  Estou em crer que sim e também estou certo que a maior parte das pessoas, não pensa da mesma maneira ! ...  "Isto são balelas", pensarão !  .... 

O "negativismo" e o "pessimismo", relativo a tudo (ou quase), o não apelo firme às suas "forças interiores",  o pretender "ter razão" e o querer ver sempre à sua frente as coisas "à sua maneira" e aos seus pontos de vista, julgando que "assim é que vivem",  "derrota-as" !

... e  lembrem-se sempre : 

Se a nossa vida não tiver altos e baixos, tal como um electrocardiograma , se a nossa vida é tal como uma linha recta, poderá ser um muito mau sinal ! ...
Talvez estejamos mortos ! ...


Rui Espírito Santo

38 comentários :

  1. Este "teu amigo" é um sortudo do caraças!
    Assim é fácil ser optimista! :)


    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu vejo a “coisa” por outro lado ! :)) …

      Não será o otimismo e o positivismo que “atrai” a dita “sorte” ?
      Há “teorias” que explicam que o nosso organismo reage favorável ou desfavoravelmente, em função do nosso estado de espírito, fazendo-nos melhorar ou piorar as situações !

      Abraço :))
      .

      Eliminar
  2. E quando descemos... estamos a embalar para a subida.
    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. )) … Um bom “ponto de vista” de que ainda não me tinha lembrado ! eheheh …
      .

      Eliminar
  3. Gosto muito da frase do Rui Pascoal!!! Vou pensar nela para sempre.
    Rui tens razão, altos e baixos são inevitáveis e põem a vida andar para frente!
    xx

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. São inevitáveis, papoila ! :) … Só temos é que os encarar como naturais e não como “desgraças” e sempre que possível agirmos de acordo com a circunstância em vez de ficar a carpir ! :)
      .

      Eliminar
  4. Um amigo sereno, esse. Não se deixou abalar pelos azares mas também não embandeirou em arco com a boa sorte. :) Na vida todos temos que passar por altos e baixos. Se formos positivos por natureza, tanto melhor. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. “O Meu Melhor Amigo”, Luisa ! :)) Aprendemos muito um com o outro ! Somos exatamente iguais ! As pessoas não estão destinadas para mais ou menos “sorte” ou “azar” !
      … e quando julgarmos que fomos bafejados ou penalizados por “elas”, estamos profundamente enganados ! Há que aguardar para ver o que vem a seguir ! :))
      .

      Eliminar
  5. Para começar gosto do novo visual do blog :)))

    Há uma frase que diz qualquer coisa assim: "A sorte existe, tem é que nos encontrar a "trabalhar"..."

    O teu amigo deu sempre uma ajudinha à sorte :)

    Beijinho :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pela opinião, maria ! Ele está em “alterações”, se calhar, ainda não definitivas. Depende dos vossos gostos e sugestões ! :))
      É isso mesmo ! A nossa predisposição para encarar as situações diferentemente boas ou más (as ditas “sortes” ou “azares”) é absolutamente fundamental e opera milagres ! :))
      Beijinho
      .

      Eliminar
  6. Muita serenidade diante dos desafios Rui
    Isso é saudável e positivo,bom de perseguirmos o mesmo exemplo.
    Olhar de frente enfrentar e confiar!
    bons dias Rui
    obrigada da presença_ sua visita a minha casa é sempre um prazer!
    abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É isso que é preciso ! Serenidade e confiança em nós próprios ! O nosso “destino” é em grande parte traçado por nós, pela nossa “força interior”, pela nossa maneira de encarar os percalços !

      Abraço grande, lis !

      Eliminar
  7. Olá amigo! Com que então "caiaste" a casa!... Está branquinha, com um aspecto limpinho, limpinho...
    Estou plenamente de acordo contigo! Devíamos encarar o que nos vai acontecendo de bom e de menos bom com essa "força interior" de que falas. Mas a verdade é que nem sempre temos essa força...

    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, sejas Bem-revinda ! eheh ... Espero que tudo tenha estado bem ! :))
      É verdade ! ...mais limpinha e espaçosa, mais visível ! eheh

      Essa "força interior" adquire-se com "mentalização", "prática", "treino de espírito otimista e positivista", "afastamento de pensamentos, conversas e situações de que não gostemos", entre várias outras coisas ! :))
      Especialmente estarmos firmemente convencidos que vamos ultrapassar os obstáculos ! :)))

      Beijinho e aparece mais, que os nossos amigos continuam por aqui ! :)))
      .

      Eliminar

  8. Histórias de vida como esta emocionam-me profundamente.
    Infelizmente nem todos temos essa força e capacidade de reacção com positivismo.
    Mas essa capacidade também se treina... e tu dás-nos uma boa ajuda!!

    Beijinhos gratos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Afrodite ! :))
      Uma história interessante que dá para pensar e tirar ilações ! Também "aprendi" muito com este meu amigo e mudei por isso a minha maneira de ver as coisas, tal como já devem ter constatado !
      Tenho no entanto a noção de que a maioria não pensará como eu, o que respeito perfeitamente ! :)))
      De qualquer modo fica o aviso : não se deixam intimidar por qualquer percalço ; lutem de maneira a ultrapassá-lo e logo surgirá a "compensação" !

      Beijinhos ! :)))
      .

      Eliminar
    2. ... Mas atenção, papoila ! Uma coisa é "ficar à espera"passivamente e outra, é "reagir" de acordo ! :))

      :))
      .

      Eliminar
  9. Olá Rui este é um daqueles textos que me emocionou bastante, não consigo conter as lágrimas, teimosas, amigo estou a viver de muito perto uma situação com muita coisa em comum.
    O meu folha seca começou a trabalhar no vidro com 9 anos, a descontar aos 12, trabalhou uma vida inteira, à uns anos armou-se em empresário e tudo correu bem, construiu uma excelente empresa criou umas desenas de postos de trabalho, mas à 2 anos levou uma cacetada de quase 200 mil € de clientesque lhe ficaram a dever, ele hipotecou tudo o que tinha para salvar a empresa, não conseguiu, mas apareceu quem a comprasse, com o activo e passivo, assegurando os postes de trabalho incluive o dele, de longe se imaginava que o meu folha seca estava a ser apanhado numa teia de vigarista, ele não recebeu um cêntimo e quem comprou apoderaram-se do activo venderam-no e desapareceramem, O meu folha seca ja tinha tido um enfarte aos 47 anos e vive à 10 com 3 tens nas coronarias, agora em Julho voltou para o hospital, não existe reparação possivel, o relatorio do cardiologista é uma certidão de óbitos, ele tem 46 anos de descontos, possivelmente a reforma vai ser aceite, tudo o indica, mas vai ser penhorada, vai ficar sem aquilo que levou uma vida a construir, ele não é pessoa para ficar parado, mas o coraçãozinho dele é que se está a negar a colaborar.

    Rui desculpe a extenção, beijinho e uma flor.

    P.S. tenho estado afastada da net, espero recuperar forças para voltar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Compreendo perfeitamente, atendendo às circunstâncias, mas nada de desesperos, Flor !
      Como disse acima, há altos e baixos na vida (é inevitável para todos, mais cedo ou mais tarde) e as “coisas” vão recompor-se !
      O Rui Pascoal lembrou bem : Nos baixos, a descer, estamos a ganhar lanço para a subida !
      O nosso organismo vai buscar “forças” inimagináveis quando nós temos confiança que as coisas vão melhorar ! É precisa “essa força interior” e não “baixar os braços” ! Podes crer que não há “impossíveis” !
      Se for possível a cirurgia, seria ótimo !
      Tenho um filho, cheio de saúde, a quem os médicos chegaram a dar 6 meses de vida, … há 25 anos !!! … Calculas a situação ? …
      Quanto à parte financeira, certamente que há-de surgir uma situação favorável !
      “Vais” recuperar “as forças”, claro !

      Beijinho, querida amiga !
      .

      Eliminar
  10. Tive a sorte e a honra de conhecer esse teu valoroso amigo, Rui. De facto, nunca sabemos se aquilo que nos vai acontecendo ao longo da vida, sejam acontecimentos bons, que podem resultar em factos negativos ou vice-versa. Encarar a vida com positivismo é primordial, e , por vezes, devemos ficar à espera para ver. Porém, uma forcinha da nossa parte pode ajudar e muito.
    Foi o que aconteceu com o teu amigo!
    Bem que eu gostaria de ser como ele, mas nem todos somos feitos da mesma fibra! :)

    As pessoas que nos rodeiam e o apoio familiar, também influencia muito a força e a coragem se vencer.
    Depois, acredito que a sorte também precisa de um empurrãozito da nossa parte...e nem toda a gente sabe fazer a sua sorte....Deixa-se andar um pouco ao "Deus Dará".
    Lá diz o ditado: "Deus ajuda quem se ajuda".:)

    Beijinhos e obrigada por estes belos exemplos de vida que nos dás, Rui.:)

    Janita

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade, Janita, lembro-me que to apresentei quando nos encontramos em Ermesinde, em Agosto ! :)
      Portanto, sabes que é verdade !
      Ainda agora, acima, dei um "outro exemplo" à Flor !
      Claro que nestas situações temos (nós e quem nos rodeia), que ter “muita força interior” e encarar sempre o lado positivo das situações, esperando o melhor ! Nada de pessimismos, sejam em que circunstância for, mesmo nas coisas mais correntes da nossa vida ! Também é uma questão de “treinar” esse “estado de espírito” e não apenas esperar que ele surja quando “o diabo bate à porta” ! Temos que estar preparados, como o atleta que treina diariamente para ser campeão !
      Não acredito em milagres, nem no azar ou sorte ! … Nós também temos que fazer o “destino” acontecer !
      O tal abraçaço, minha querida ! :)
      .
      .

      Eliminar
  11. Tinha que ser o Rui a escrever um post destes.
    Um grande abraço meu Amigo.
    Você é um exemplo de vida!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahah… Não me diga que já criei uma “imagem de marca”, caro Pedro ?! rsrs
      Sabe que também é um “exemplo” atrás de outros “exemplos” e isso também faz a diferença ! :))
      Quanto gostaria de ser "exemplo" a seguir !!! :))

      Outro Grande Abraço, meu Amigo ! :))
      .

      Eliminar
  12. Caro Amigo Rui Espírito Santo!
    Gostei no novo visual do seu blog!
    O seu texto deixou-me propenso a refletir como estamos sujeitos a situações alheias a nossa vontade!
    Caloroso abraço! Saudações esperançosas!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já era tempo de fazer uma “limpeza” à fachada, caro João Paulo ! :)))

      É verdade, mas também resultantes da “NOSSA VONTADE FORTE ” de dar a volta por cima ! :)
      Sabe que também conheço um amigo que quis emagrecer e num ápice, conseguiu 9 kg ! rsrsrs
      “Nós temos a forças que quisermos ter" ! :)))

      Abraço ! :))
      .

      Eliminar
    2. Caro Amigo Rui Espírito Santo!
      Tenho estatura baixa (1,62 m) e estava quase quase a beirar 90 quilos... Tenho como escopo pesar 65 quilos.
      Caloroso abraço! Saudações parcimônicas!
      Até breve...
      João Paulo de Oliveira
      Diadema-SP

      Eliminar
    3. Claro que tem esses bons motivos para emagrecer, caro João Paulo. Esse peso e altura levam-no para um Índice de Massa Corporal (IMC) a rondar os 34 !!! ... muito mau para a sua locomoção e não só. :((
      Com os tais 65 irá para (IMC) 24, o que já é muito bom !
      No meu caso (1,72 m e 69 Kg) dá um IMC = 23.3 ! ...
      Tem que lutar por isso e como eu disse acima , não há impossíveis ! “Nós temos a forças que quisermos ter" ! :)))

      Abraço ! :))
      .

      Eliminar
  13. Eu costumo dizer que o meu espírito positivo é que me salva.

    Adorei o texto e a forma como foi escrito. Parabéns!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Menina Marota ! :)) ... Sejas muito bem vinda e tens uma casa de portas abertas ! :)))
      Volta sempre que quiseres ! :))) Aqui cultiva-se um "espírito otimista e positivo", num bom ambiente (se não somos uma "famíolia, somos pelo menos, bons amigos), com um grupo de visitantes que se tornam rapidamente amigos entre si, o que muito me satisfaz ! :)))

      Beijo ! :))
      .
      Gostei muito que tivesses gostado ! Sinceramente, obrigado ! :))

      Eliminar
  14. Ôi pá! Por sorte ou por azar cá estou de regresso (ainda que pausadamente).
    Se é sorte ou azar, vá lá saber-se...
    Há quem acredite no destino e há os que afirmar "sermos nós" que o fazemos -o destino- conforme vamos caminhando.
    Énãsê, mas acredito que se não fizermos uma forcinha para ajudar a sorte dificilmente ela -a sorte- nos ajudará.
    Já o azar é um sacana que aparece sem avisar e quando damos por ele pode ser tarde para o evitar. Resta-nos ajudar a sorte para o ultrapassar. A sorte e os amigos, que também são parte importante!
    1 abraço pah!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá amigo Kok ! :))
      Se estás, não será por sorte nem azar, nem precisaremos de "aguardar para ver" ! É porque tudo está bem contigo ! :))) Ainda bem que estás de regresso ! rsrs

      Aqui, a questão, é que as "coisas" não acontecem por "sorte" ou por "azar", mas apenas por uma inevitabilidade da vida (simplesmente "acontecem") ! A solução é que estejamos bem "treinados" para enfrentar os altos e os baixos com a mesma serenidade do que é "natural e inevitável" !
      Se estivermos "treinados" (e para isso é preciso treinar sempre), com uma boa dose de positivismo (em tudo), encararemos muito melhor as situações e elas são ultrapassadas ! :)))

      Outro grande abraço para ti, pah ! :)) ... Já estava com saudades ! :)))
      .

      Eliminar
  15. Isto de "cantar de galo" sobre sortes e azares, próprios ou alheios, não está realmente com nada. Só o tempo o dirá. De qualquer forma, acho que conhecia já esta história... ;)

    Uma grande beijoca!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Té ! Antes de mais, muito feliz por te ver de volta ! rsrs
      Bom sinal !!!
      Estamos de acordo ! ...“Aguardemos para ver” !!! rsrs
      Esta história é uma história de vida rigorosamente verdadeira !!! Podes e podem ter a certeza disso !
      Só lhe acrescentei o : “Aguardemos para ver” (várias vezes) , para enfatizar a dúvida relativa ao futuro próximo, após cada nova situação ! … Nada de “caír em desânimo” ou “deitar muitos foguetes” ! ... o futuro o dirá !

      Outra beijoca ! :))
      .

      Eliminar
  16. Olá Rui
    Voltei para retribuir o sorriso e deixar o meu beijinho e uma flor.
    Bom fim de semana meu amigo. :) :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Flor !
      Gostei que "retribuísses o sorriso", não só por mim, mas por ti, porque gosto de te ver sorrir e para retribuir tiveste que o fazer ! :))
      Agora, quero outro sorriso teu por leres isto e outros em cada hora, para te lembrares que "deves sorrir" ! rsrs

      Também te mando outro beijo com "outro sorriso meu", minha querida amiga ! :))
      .

      Eliminar
  17. E esse seu amigo é mesmo muito íntimo, não é?!... Altos e baixos são os acidentes de percurso que todos nós sofremos. Mas olhe que há muita gente, muita mesmo (e, naturalmente, não estou a falar de mim, felizmente) que tem quase só baixos e para esses este tipo de discurso otimista infelizmente não colhe.

    Bom fim de semana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Posso garantir que esses factos são rigorosamente verídicos, Graça ! Aliás, aconteceu que tive a oportunidade de o apresentar à Afrodite e à Janita, quando elas vieram a Ermesinde ! .
      Claro que estes "conceitos" não podem ter as mesmas "amplitudes" para todos e também nem todos têm a mesma "força interior" para conseguir dar as voltas às situações e elas perduram !
      Trata-se pois de uma situação em que essa "força" e o "positivismo" conseguem alterar a vida das pessoas !
      Quem fizer o que sempre fez, obterá sempre os mesmos resultados ! Quem for "passivo" nas situações melindrosas não conseguirá dar-lhes a volta !
      Nesse caso, não admira "que haja muita gente que tenha só baixos" , como dizes !
      A "mensagem" não é válida para todos, infelizmente ! Principalmente não encaixa naqueles que não conseguem ter "essas capacidades" ! ... mas se lutarem por elas, ... se treinarem desde já, ... :)))

      Bom fim de semana, Graça ! :))
      .
      .

      Eliminar