04/02/2012

(IN)TOLERÂNCIAS

.


.

Desenhar não desenho, mas poderíamos imaginar outras, tais como : "convicções ideológicas e ideias políticas", "maneiras de ser e carácter", "diferenças culturais" e tantas outras !
Porquê “exigir” que os outros pensem ou actuem como nós e quando assim não acontece, exibirmos a nossa “raiva” ou fazermos comentários "odiosos" ?
Porquê a crítica odiosa gratuita apenas para alimentar o ego ?

.

32 comentários :

  1. Completamente de acordo!
    Em relação às diferenças culturais e à imposição e/ou adopção das mesmas, apenas quero dizer o seguinte:
    Não me incomoda nada (tomando o exemplo dos africanos) que eles desprezem a Cultura Ocidental e conservem religiosamente as suas (deles) tradições, muitas delas bem "chungas"! Só me chateia o facto dos nossos jovens adoptarem as culturas dos africanos no modo de vestir, na porcaria de música que eles ouvem, etc! E mais não é preciso dizer! Acho que me fiz entender bem!
    Um abraço!

    ResponderEliminar
  2. Para mim chega!
    Eu sou de paz! :-))

    Abraço

    ResponderEliminar
  3. Continua Rui, pois ainda falta a marota.

    ResponderEliminar
  4. Caro confrade rui da Bica!
    Parabenizo-o por trazer à baila esta cruciante questão, porque continuam a ocorrer malditas carnificinas e intolerâncias em nome do pensamento único...
    Sinto frêmitos inefável quando lembro das odiosas:
    - "Santas Cruzadas"
    - Inquisição
    - Catequização dos nossos nativos
    - Nazismo
    Meu estimado confrade, o ilustre arquiteto Sérgio Todeschini Alves, que reside em Itu-SP, sofreu censura e seu blog está com uma abominável tarja por conta de denúncias das malditas "Senhoras de Santana", que se sentiram incomodadas com publicações que mostram aquilo que elas desejam, mas reprimem.
    O endereço do blog do Todesca é:
    http://arqtodesca.blogspot.com
    Caloroso abraço! Saudações tolerantes!
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Diadema-SP

    ResponderEliminar
  5. Eu sou um pouco intolerante. Ou será “falta de paciência”? Não tolero muito bem a estupidez, a parvoíce. Sou intolerante no que diz respeito a determinadas “tradições” que certos cidadãos trazem para o país que os acolhem, nomeadamente os homicídios de honra, as burkas, as adagas. E tanto há para dizer sobre (in)tolerância...mas fico-me por aqui. : )

    ResponderEliminar
  6. Catarina
    É das minhas! :)
    Faltou-me referir a intolerância que tenho para com a criminalidade violenta quase sempre associada a certo tipo de imigrantes! Este país começou a perder todo o valor a partir do momento em que começou a entrar aqui certo tipo de gente com passado obscuro! Qualidade na imigração é coisa que os nossos governos nunca se preocuparam! Agora já é tarde demais para reparar o erro :(

    ResponderEliminar
  7. No meu caso quase diria que estou como a Rosinha. Mas tem um porém. As culturas Muçulmanas gostam de ser respeitadas no Ocidente mas não respeitam as culturas Ocidentais quando as recebem em casa.

    O pior mesmo são os crimes praticados por razões "ditas" religiosas.

    Espero não ter sido "odiosa" neste comentário.

    Bom fim de semana ao Rui, família e todos os seus visitantes independentemente de raça, política ou religião.

    ResponderEliminar
  8. De facto, amigo Rui, todos acabamos iguais - e ainda bem! Mas, enquanto cá andamos, temos de pugnar pelos nossos pontos de vista - se bem que com toda a educação! Devo confessar que às vezes, posso exceder-me, mas as injustiças são tantas!

    Ah! E eu sou ... Carneiro... Ih! Ih! Ih!

    Beijinhos e bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  9. Tento ser tolerante mas às vezes também "me passo"...
    Caramba! Eu não sou nenhum santo, quanto muito um pobre diabo...
    :)

    Bom Fim-de-Semana!

    ResponderEliminar
  10. Delicioso e bem evidente da importância dos ossos para encontrarmos as nossas diferenças :)))
    Muito Bom Rui
    Um abraço

    ResponderEliminar
  11. O problema da tolerância é o mesmo da democracia, ou seja, os tolerantes e os democratas aceitam todos os pontos de vista, mesmo os intolerantes e os anti-democratas. Acontece que estes não procedem da mesma maneira e, se por acaso chegam ao poder, obrigam toda a gente a sujeitar-se aos seus ditames...

    Dito isto, e mesmo que de um modo geral me considere tolerante, penso que todos temos a obrigação de nos defendermos e de protestar, quando indivíduos desta espécie chegam ao poder e cerceiam as liberdades, direitos e garantias de toda a população! :)

    Curiosamente também, os anti-democratas costumam ser intolerantes em questões rácicas, de orientação sexual ou até religiosa! Uma coisa tem a ver com a outra...

    Beijocas!

    ResponderEliminar
  12. Muito me apetecia dizer a este respeito, mas vou ficar "caladinha que nem um chasco" para não ferir suscetibilidades!...

    ResponderEliminar
  13. Anónimo4/2/12 21:05

    Também me apetecia dizer muita coisa, mas é melhor ficar calada...
    tambem sou "carneiro" e ficar calada...custa.
    M.A.A.

    ResponderEliminar
  14. Todos

    Obrigado pelos comentários riquíssimo na diversidade e na importância das questões particulares levantadas.
    Deu para pensar e fazer pensar um pouco sobre o assunto.

    Pessoalmente, defendo a tolerância num campo muito abrangente de situações, nomeadamente todas aquelas que não provocam qualquer mal individual ou colectivo e resultam apenas das “ideias” e não das “acções”.
    A partir do momento em que essas “acções” possam “alvejar”, provocando prejuízo de qualquer tipo a terceiros, individualmente ou em grupo, aí, deixo de ser tolerante !

    Não confundir também o “estar de acordo ou em desacordo” com a “tolerância ou intolerância”.
    Era mais esta, a base do meu pensamento quando coloquei o post.
    Sou perfeitamente tolerante estando em desacordo, desde que consideradas as questões acima.

    ResponderEliminar
  15. L.O.L.
    Cá está uma situação em que sou “tolerante no acordo” (1º caso) e “tolerante no desacordo” (2º caso) (também discordo), mas aceito (sou tolerante com) a liberdade de escolha ! :)

    Abraço, L.O.L. !
    .

    ResponderEliminar
  16. Rosa dos Ventos
    Se no domínio das ideias, estamos em concordância. Plenamente pacíficos ! :))

    Bj
    .

    ResponderEliminar
  17. Marota
    Referes-te aos desenhos ? :)) … Aí precisaria da tua ajuda ! eheheheh
    Estás uma verdadeira artista ! :))
    .

    ResponderEliminar
  18. Prof. João Paulo de Oliveira
    Cá está ! Trata-se já do domínio das “acções ! … Absolutamente intolerante nos 1ºs exemplos !
    Quanto ao blog do Todesca ( quero ver melhor) “tolerante no acordo” com a liberdade de colocação de qualquer post de natureza erótica, no entanto, se pornográfica, “tolerante no acordo” da possibilidade de tornar o blog aberto apenas a quem o pretenda. Tolerante com o “aviso” . Só verá quem quiser e não quem, inadevertidamente não o pretendesse.

    Abraço ! :)
    .

    ResponderEliminar
  19. Catarina
    Acho que há que ter paciência, Cat.. Mas cá está: admito perfeitamente a tua impaciência e a maneira como penses. Sou tolerante com isso, embora discordando. :))
    Com a estupidez e a parvoíce, claro que discordo o mais possíle, mas aceito-a e tolero-a, ignorando-a !

    Bj
    .

    ResponderEliminar
  20. L.O.L.
    Criminalidade é absolutamente intolerável e merecedora de toda a nossa repulsa, sem qualquer dúvida. Claro que no conceito de criminalidade não deveria entrar o “roubo de um pão”, ou equivalente !
    Também não descriminaria um tipo de sociedade (neste caso emigrante ou parte dela, desde que incluido)
    Tolerante, mas somente até ao momento da “acção” preversa individualizada ou em grupo, quer seja de emigrante ou de cigano, ou qualquer tipo de pessoa, independentemente da etnia ou origem.

    Abraço ! :)
    .

    ResponderEliminar
  21. Tite
    Cá está mais um caso que consideraria de “tolerância no acordo e desacordo”. Tolerante concordando, que pensem que devem ser respeitadas fora e “ tolerante discordando” por considerarem que a sua cultura deverá respeitada por ocidentais que lá vão ! As ideia de cada um ou de cada grupo, devem ser toleradas, quer seja em acordo ou discordando com elas .

    Crimes, como já me manifestei, sempre intoleráveis. Estamos no domínio das “acções” perversas !

    “Odiosa” , não foste de modo algum ! :)))
    A crítica “odiosa” nota-se ao longe ! :))

    Beijinho ! :) e bom domingo também para ti ! :)
    (gostei do independente da raça, política ou religião ! É assim mesmo ! )
    :)))))
    .

    ResponderEliminar
  22. Graça Sampaio
    Concordo apenas na medida em que o “pugnar pelos nossos pontos de vista” não seja apenas um alimento do ego, ou revelador de intolerância !
    Também, claro, que um debate de ideias, uma conversa a dois ou em grupo, é absolutamente enriquecida com ideias discordantes ! Mas estamos a falar de intolerância e tolerância e não apenas em acordo ou desacordo !
    Defesa dos pontos de vista, desde que com abertura para tolerância na aceitação (com acordo ou sem ele) do ponto de vista dos outros ! :))

    Beijinho! :) Bom fim de semana !
    .

    ResponderEliminar
  23. Rui Pascoal
    Deves tomar um calmante ! :)) Há situações em que o “passar-se” não ajuda nada à clarificação das ideias ! … mas nem todos somos santos e olha que diabos também não serão muitos ! :))

    Bom domingo, caro homónimo ! :)))
    .

    ResponderEliminar
  24. Ricardo Santos
    Como está à vista somos todos iguais ! :)) As “diferenças” só existem nas nossas cabeças e há que ter muito bom senso para “jogar” com as diferenças !
    Obrigado. Ricardo.

    Abraço ! :))
    .

    ResponderEliminar
  25. Teté
    Ui Té ! Temos “pano para mangas” ! :))) Imagina: estamos á mesa, a tomar o cafezinho e a conversar pacificamente.

    Começaria por concordar. Tolerância e democracia considero muito próximas . Aceitar com tolerância mesmo discordando ! Ok !

    A questão do “poder” é um resultado da prática e da aceitação da democracia e portanto “tolerável”. Se o não for não há democracia. Para isso, para os discordantes, a democracia estabelece um prazo para apreciação da “acção”. Se a “acção” for negativa, a democracia terá o poder de decidir noutros sentidos ! Isto é viver em democracia.
    Já não o entendo que seja, alterar contra natura, as regras estabelecidas na instalação dessa democracia.
    Concordar ou discordar é uma coisa, tolerância ou intolerância é outra. É democrático concordar ou discordar , ser intolerante não o será !
    Protestar é o direito que nos assiste , de discordar e de manifestar essa discordância, mas com tolerância pelo que a democracia decidiu. Não posso conceber a democracia num contexto que não o seja. Assim seria uma anti-democracia intolerante.
    Não podemos, ao mesmo tempo, ter uma democracia que se encaixe numa anti-democracia , ou caminharíamos para uma anarquia ou ditadura intolerante !
    Estás no direito de concordar ou discordar mas devemos ser tolerantes .

    Se eu tentasse rebater as tuas ideias de uma maneira “odiosa” estaria a ser intolerante !
    Como dizes, a intolerância leva a questões anti-rácicas, de não aceitação de orientação sexual e a descriminação religiosa e a muitas outras coisas odiosas !

    Beijocas, Té ! :)))
    (Um debate de ideias como neste caso, não passa disso mesmo : ideias (acordo ou desacordo, mas com tolerância ! )
    .

    ResponderEliminar
  26. Sonhadora
    De acordo com o tema, aceito a tua posição, tolero-a, mas cá está : Ideias são ideias. Pode-se concordar, ou então discordar, mas não intransigentemente, intolerantemente, não aceitar odiosamente ! :))
    Há quem diga que não gosta de falar nem de política, nem de religião, nem de futebol !
    Haverá exemplo melhor para enquadrar este post ?
    Porquê não falar nessas questões ? Apenas pela intolerãncia odiosa de certas pessoas que são incapazes de aceitar tolerantemente, se discordando.
    “Se discordo, vou ser intolerante e odioso para quem está a proferir este discurso com o qual não concordo”. É assim que pensam e é contra isso que eu me pronuncio !

    Tu chamas (eufemisticamente) susceptibilidade à intolerância !
    Mas como sou tolerante aceito a tua posição ! :)))

    Obrigado, Sonhadora ! :: Passa um bom domingo !
    .

    ResponderEliminar
  27. M.A.A.
    Olá ! Ainda estás viva com 9º negativos ? :)) Foi o que foi noticiado ! :))
    OK ! M.A.A ! … Também já foi dito quase tudo !
    Obrigado de qualquer modo !

    Beijinho ! :) … e passa um bom domingo.
    .

    ResponderEliminar
  28. Todos

    Vou-lhes ser franco. :))
    Como sabem, habitualmente este tem sido um espaço de entretimento, de enigmas de vários tipos, cujo acompanhamento e respostas a comentários individualmente, me ocupa bastante tempo porque, para além de ter que pesquisar antes, na preparação do post, na maior parte dos comentários tenho que pesquisar relativamente àquilo que me possa parecer uma “dica” que não tenha entendido à primeira e confirmar.
    Finalmente a conclusão do post enigma, com todos os dados a ele relativos .

    Como se trata de um fim de semana pensei. :
    Hoje é dia de descanso, vou pôr uma figurinha que não dê muito trabalho, nem de pesquisa nem de respostas a comentários ! :)))

    Deu nisto ! eheheh … é por estas e outras que eu vos estou imensamente grato e vos considero muito ! É com prazer enorme que o faço ! :)))
    .

    ResponderEliminar
  29. Oi Rui
    Andei lendo todos os comentários e é sempre bom aprender e perceber a posição de cada um sobre um determinado assunto.
    E principalmente observar suas repsostas aos maigos, pacientemente e sempre com deidicação que me falta rsrs
    Parabéns Rui que seja sempre um deleite ok?
    Passando já no finalzinho do dia também pra desejar uma semana feliz e deixar meu abraço bem forte.
    fique bem.

    ResponderEliminar
  30. lis
    Obrigado, querida amiga !
    Reconhecimento de amizades, trabalho, dedicação, paciência, tolerância, são "qualidades" que reconheço em mim ! :))
    Claro que cada um "tem o direito" a ver "as coisas" de modos diferentes dos outros e tem o direito de ver tolerados os seus pontos de vista mesmo que não receba a concordância dos outros ! :))

    Uma Boa Semana também para ti, lis ! :))
    .

    ResponderEliminar
  31. Anónimo5/2/12 10:50

    Obrigada , estou viva , só custa a "prisão domiciliária"....evito sair o mais possível , pois até em casa a pele fica encieirada, apesar de estar tudo aquecido.
    M.A.A.

    ResponderEliminar
  32. M.A.A.
    Deve ser mesmo uma prisão ! :)))
    Boa altura para teres um blog ! :))
    As imagens da neve são belíssimas, mas apenas como imagens ! Senti-las na pele, pelo menos para mim, não são nada agradáveis ! :)))

    Bj ! Passa um domingo quentinho ! :))
    .

    ResponderEliminar