31/03/2010

A MEDICINA NA VOZ DO POVO - 1

Carlos Barreira da Costa, médico Otorrinolaringologista da Cidade do Porto, decidiu compilar no seu livro A Medicina na Voz do Povo trinta anos de histórias, crenças e dizeres ouvidos durante o exercício desta prática da medicina.

Dado que o role é grande, mas imperdível, vou colocar os "DITOS" (tal qual como os originais) em 3 posts :


O diálogo com um paciente com patologia da boca, olhos, ouvidos, nariz e garganta é sempre um desafio para o clínico:

"A minha expectoração é limpa, assim branquinha, parece com sua licença espermatozóides".

"Quando me assoo dou um traque pelo ouvido, e enquanto não puxar pelo corpo, suar, ou o caralho, o nariz não se destapa".

"Não sei se isto que tenho no ouvido é cera ou caruncho".

"Isto deu-me de ter metido a cabeça no frigorífico. Um mês depois fui ao Hospital e disseram-me que tinha bolhas de ar no ouvido".

"Ouço mal, vejo mal, tenho a mente descaída".

"Fui ao Ftalmologista, meteu-me uns parafusinhos nos olhos a ver se as lágrimas saiam".

"Tenho a língua cheia de Áfricas".

"Gostava que as papilas gustativas se manifestassem a meu favor".

"O dente arrecolhia pus e na altura em que arrecolhia às imidulas infeccionava-as".

"A garganta traqueia-me, dá-me aqueles estalinhos e depois fica melhor".

As perturbações da fala impacientam o doente:

"Na voz sinto aquilo tudo embuzinado".

"Não tenho dores, a voz é que está muito fosforenta".

"Tenho humidade gordurosa nas cordas vocais".

"O meu pai morreu de tísica na laringe".


Os "problemas da cabeça" são muito frequentes:


"Há dias fiz um exame ao capacete no Hospital de S. João".

"Andei num Neurologista que disse que parti o penedo, o rochedo ou lá o que é...".

"Fui a um desses médicos que não consultam a gente, só falam pra nós".

"Vêm-me muitos palpites ruins, assim de baixo para cima...".

"A minha cabecinha começa assim a ferver e fico com ela húmida, assim aos tombos, a trabalhar".

"Ou caíu da burra ou foi um ataque cardeal".
.

4 comentários :

  1. Bem eu já tinha ouvido muitos... mas estas pérolas ainda não...

    ResponderEliminar
  2. TM
    Grande prazer ver-te por estes lados. Aparece mais.
    Tenho passado com frequência pelas "Crónicas" embora não comente com frequência.
    Quanto às "pérolas" acima, elas ainda só representam um terço (ainda hoje mais 1 e amanhã, outro).
    O autor teve uma ideia brilhante: o da compilação de todos aqueles "ditos".
    Os que aí vêm não ficam nada atrás, antes pelo contrário ! rsrsrsrs
    .

    ResponderEliminar
  3. Tenho andado tão ocupada que quase perdia estas aulas de sabedoria popular :))

    ResponderEliminar
  4. Isa GT
    Acredito bem que sim, Isa.
    Realmente, estas "aulas" são imperdíveis !
    A "linguagem popular" é extraordinária !
    rsrsrs
    .

    ResponderEliminar