08/05/2011

MUITO BEM CONSERVADO

Re-editado

Trata-se da TORRE DE MENAGEM do Castelo de CHAVES, local de excelentes Termas (Caldas) e das famosas especialidades:
os Pasteis (de carne) de Chaves e o Presunto.

A NINA, a SONHADORA, a TITE, a LUISA, a ROSA DOS VENTOS e a MARIA acertaram no local.
Tenho algumas dúvidas nas pistas da EMATEJOCA (?).
Obrigado à CARACOL, CATARINA, TÉTÉ, L.O.L., e TEÓFILO SILVA .



Fotos da Net :

As Termas e ao fundo o Castelo.





INICIAL:

Não é habitual vermos "estas coisas" assim com tão bom aspecto !
Sabem onde podemos ver isto ao natural ?


.

65 comentários :

  1. É incrível como aos 40, quase 41 conheço tão pouco do nosso país.
    Mais incrível ainda é que costumava ir a esta cidade, com a minha mãe e avó, para visitar uma tia.
    Nunca fui ao castelo.
    Que lindo!
    Temos um rico património, para além do gastronómico...

    ResponderEliminar
  2. Se pudesse, graças aos teus desafios, correria o país de lés a lés.
    Um gde beijinho.
    Comia agora um das especialidades da terra, apesar das calorias.:)

    bji

    ResponderEliminar
  3. Também comia um. Ainda mais que estou na hora de almoço. Acompanhado de uma saladinha.

    ResponderEliminar
  4. Estou com a Sonhadora, também comia o mesmo que ela.
    Parece que S. Pedro nos vai pregar uma partida esta tarde.

    Nina,

    Tenho 62 anos e conheço mal Portugal, está muito a tempo de o percorrer!

    Uma boa tarde para todos.

    ResponderEliminar
  5. É verdade, Luísa, mas não é uma vergonha conhecer mal as coisas que nos estão próximas?
    É o caso.
    Não o conhecia.

    Bom apetite para a iguaria da terra. Eu já me enchi de gordura com bacalhau com natas.:)

    Um gde bji

    ResponderEliminar
  6. Tenho uma fascinação por castelos talvez porque pense que seja descendente de sangue azul. Quando visito uma localidade e se tem castelo, lá estou eu a fantasiar! : )
    Tenho a certeza que este não conheço. Sei que fica numa terra que tem uma especialidade gastronómica... hummm... o que será?! “especialidades gastronómicas” também é comigo! Quero dizer, procuro saboreá-las... : )
    Vou dar uma voltinha ...

    ResponderEliminar
  7. Bacalhau com natas?! Oh, Nina, que me estás a abrir o apetite. Eu vou ainda tomar o pequeno-almoço!

    ResponderEliminar
  8. Esta cidade é um primor!
    Vou ver se dou uma dica sem avançar muito...
    É a sede de concelho com o maior número de freguesias do país, penso eu de que... :-))
    Há uns tempos também postei sobre ela quando passei férias aí para o norte!
    E já disse muito!

    Abraço

    ResponderEliminar
  9. E essa delícia gastronómica será um "cock au vin", ou por lá canta outro galo? :)))

    ResponderEliminar
  10. Canta mais o porco, Teté!:))

    Ai, Catarina, se o arrependimento matasse!
    Quem me mandou almoçar e dormir uma valente sesta?
    A gula é um pecado, não é? Pois:))

    ResponderEliminar
  11. Retiro o que disse e que mandei por mail... :-((
    De facto cantei de galo muito cedo!
    A chave do sucesso é ser mais cuidadosa na pesquisa!
    Mas que a cidade é um primor, não retiro!
    E de facto tem uma especialidade deliciosa...

    Abraço

    ResponderEliminar
  12. Hoje li todas as dicas e fiquei a saber o mesmo: NADA!!!

    ResponderEliminar
  13. Depois de olhar mais umas vezes, lembro-me de ter visitado esta fortaleza/castelo, já há muitos anos, na cidade da minha mãe.
    Vou procurar fotografias antigas para confirmar.

    ResponderEliminar
  14. Nem precisei de procurar fotografias antigas, o meu "Kraut" lembra-se de ter filmado os nossos filhos nesse castelo, e ficarmos a dormir na Pousada dessa mesma cidade.

    Quanto à especialidade só a minha avó materna é que a sabia fazer bem.

    ResponderEliminar
  15. Tu nem leias o meu mail, Rui!
    Já desdisse o que disse...e olha que nem estou em campanha! :-))

    Abraço

    ResponderEliminar
  16. Bem.... já escrevi duas vezes o meu comentário.
    Vamos lá ver se desta fica.

    Vivi nesta cidade há cerca de 64 anos e tão próximo das suas Caldas que minha mãe aproveitava para ir lá buscar água quente para o meu banhito.
    Não estão a imaginar porquê? As casas de banho daquela época e mesmo nesta cidade não estavam equipadas com esquentadores.
    Além do petisco famoso as suas Águas termais são óptimas para o aparelho digestivo entre outras coisas.

    Chega?

    ResponderEliminar
  17. Como já disse em cima, as dicas só me atrapalham.
    Depois de ler a dica da Tite, dúvido que saiba onde fica este castelo, porque a cidade que eu pensava, e o meu "Kraut" também, não fica situada perto das Caldas da Rainha, mas sim muito, muito, muito ao Norte de Portugal.

    Prefiro caras!!!

    ResponderEliminar
  18. Julgo que a Tite concorda contigo, Teresinha.
    As caldas a que se refere são as termas dessa cidade, da tua mãe. Julgo eu.:))

    bji gde às 2

    ResponderEliminar
  19. É isso mesmo Nina.
    É mesmo mesmo muito a norte do país. Mais um bocadinho e já era Espanha eheheheh!

    ResponderEliminar
  20. Bem perto, Tite!
    Há por lá um lago, na vizinha Espanha, fantástico!:)

    FÁ, se aqui vieres toma um beijinho pela receita que me deixaste.:))

    ResponderEliminar
  21. A terra (cidade) da minha mãe é muito perto da fronteira com a Espanha, e a minha bisavó era espanhola.

    Não sabia que havia termas nessa cidade (caso eu e o meu "Kraut" não estejamos errados), só sei que quando era miúda, tinha cerca dos meus 7 anos, visitei pela primeira vez a cidade da minha mãe e ía morrendo de frio.

    ResponderEliminar
  22. Ah! Creio que já sei.
    Li todos os comentários. Fartei-me de rir com o da Rosa – que já se desmentiu e não está em campanha! Ahahah!
    Nina, esse bacalhau era dica?! Se é o lugar que penso ser, o bacalhau é uma especialidade lá da terra feito com ...
    Fui ao google e escrevi : “Castelos mesmo, Mesmo, a norte de Portugal! “ como alguém mencionou! O Presidente da Câmara é um tal sr. Qualquer Rui Qualquer coisa?
    As dicas, por vezes – melhor dizendo – quase sempre, passam-me ao lado e não sou muito persistente em actividades de pesquisa! : ( Portanto se acertei não mereço qualquer mérito!

    ResponderEliminar
  23. Bolas que tava difícil...corri Portugal inteiro e só agora lá cheguei e agora tenho que voltar para trás, esqueci a chave da porta...

    Beijinho :)

    (estas miúdas sabem tudo... )

    ResponderEliminar
  24. Ah Rui esqueci de dizer que tá mesmo muito bem conservado :)

    Beijinho outra vez :)

    eheheh castelos mesmo mesmo a norte de Portugal...

    ResponderEliminar
  25. Não era dica, Catarina.:)
    Não conheço a gastronomia da cidade ligada a um prato de bacalhau, mas a cozido...e charcutaria...e não só:))

    ResponderEliminar
  26. Todas

    Desculpem que saí ao almoço e contava estar em casa mais cedo, mas só cheguei agora.
    Dei uma vista répida pelos comentários e mails e concluí que a Nina, a Sonhadora, a Tite, a Luisa e a Maria acertaram no local.
    Tenho algumas duvidas nas pistas da ematejoca e Rosa dos Ventos e a Caracol, a Catarina e a Teté ainda não acertaram.

    Talvez não possa responder hoje a cada comentário. Talvez tenha que ficar para amanhã de manhã.

    É realmente próximo da fronteira norte, mas não é Braçança nem Melgaço e também não em Braga, Guimarães ou Barcelos.

    A especialidade (ou plural) não é um prato que se cozinhe, mas sim duas especialidades muito distintas.
    .

    ResponderEliminar
  27. Nina
    Realmente é estranho não conheceres (mesmo) ! :)
    … mas claro que descobriste e bem !
    Como já disse há 2 especialidades famosas ! :))
    bj
    .

    ResponderEliminar
  28. Caracol
    Rsrsrs Depois vem ver onde é (se não quiseres pesquisar) ! :))
    .

    ResponderEliminar
  29. Sonhadora
    Se se trata de “um ou mesmo dois” é uma delas, mas há outra famosa! :)) Claro que é aí ! :))
    Várias vezes comi “essa especialidade” numa “casa” no Porto que até tem esse nome ! :))
    .

    ResponderEliminar
  30. Luisa
    Claro que o S. Pedro nos pregou a partida ! Ele tem a faca e o queijo nas mãos ! ;))
    Eu tenho mais, Luisa e não quero parar para já !
    Tenho dito muitas vezes que não gosto de sol e areia e isso é óptimo para conhecer muita coisa em vez de passar 2 semanas numa praia.
    .

    ResponderEliminar
  31. Nina
    Vamos deixar claro que a especialidade não é essa, nem nenhum cozinhado ! :))
    .

    ResponderEliminar
  32. Catarina
    Bom apetite para o jantar, Cat. Mas aqui já vamos prá nana !
    Como já disse a dica da gastronomia não é um prato !
    .

    ResponderEliminar
  33. Rosa dos Ventos
    Por acaso não recebi esse mail com resposta, mesmo errada ! (?)
    Portanto não sei em qual pensavas.
    .

    ResponderEliminar
  34. Teté
    Como diz a Nina , não é galo, é mais para o porco ! :)))
    .

    ResponderEliminar
  35. Rosa dos ventos
    Essa do cantar de galo, se é Barcelos, não é mesmo !
    A chave do sucesso será mesmo pesquisar melhor. ;)))
    .

    ResponderEliminar
  36. Ematejoca
    Estou com algumas dúvidas. Creio que não há Pousada e as avós faziam muito bem essa especialidade.
    .

    ResponderEliminar
  37. Tite
    As águas das Caldas são óptimas. Claro que chega.
    Também lá passei umas férias em campismo aos 16 anos !
    Lembras-te dos “santos” ? … :))
    .

    ResponderEliminar
  38. Ematejoca, Nina, Tite
    Há cofusão ! Quando falaram em Caldas, eram termas e não da Rainha. Não tem nada a ver com essa terra. É mesmo na fronteira norte.
    “Prefiro caras” … Não sei se “caras” é o que eu penso. (?), mas não é, se for Guimarães ! :)
    Eu ainda tenho dúvidas se a mãe da ematejoca é dessa terra ou doutra.
    .

    ResponderEliminar
  39. Nina
    Lago,… perto, não estou a ver. Há uma grande enseada (parece um grande lago), mas é na saída do alto do Gerês e já em Espanha.
    Aqui, não estou a ver.
    Fáaaaazinha ! … Tráz comidinha prás meninas ! :))
    .

    ResponderEliminar
  40. Ematejoca
    “ia morrendo de frio” e perto de Espanha, se for Bragança, não é ! :)
    .

    ResponderEliminar
  41. Catarina
    Fizeste confusão. É curioso que ao mencionares aquela terra, eu sei a que te referias. Também já lá estive, mas ao rever nas imagens do Google aparece lá esta foto como sendo de Braga, erradamente !
    Por vezes o Google também se engana e nos engana
    Não era aí !
    .

    ResponderEliminar
  42. Maria
    Também o que querias ?... é mesmo numa das extremidades ! … :))) … mas acertaste ! … e tem cuidado com esses esquecimentos. Já me aconteceu a mim deixá-las esquecidas na porta da garagem. A sorte foi ser garagem interior.
    .

    ResponderEliminar
  43. Nina
    A estas horas ler isto, não me faz nada bem ! … Já devia estar a dormir ! Agora não ia nada ! :))
    Boa noite e até amanhã
    .

    ResponderEliminar
  44. Temos um património riquíssimo para descobrir. A imagem fala por si.

    http://ocantinhodomestre.blogspot.com/2011/05/cumprimento-secreto.html

    ResponderEliminar
  45. Quando desdisse o que disse já tinha a chave do castelo ou torre de menagem, mais concretamente!
    Bom domingo!

    Abraço

    ResponderEliminar
  46. L.O.L.
    Verdade que sim ! :)))

    Abraço
    .

    ResponderEliminar
  47. Rosa dos Ventos
    Ah ! Não tinha ficado muito claro e daí a minha dúvida ! :)))
    Então já podes entrar ! rsrs

    Bom domingo !
    .

    ResponderEliminar
  48. Não conheces o Lago de Sanábria, amigão?
    Fica relativamente perto de Chaves.:)
    bji

    ResponderEliminar
  49. Julgo que a Ematejoca não fez confusão.
    De Chaves também se segue para Espanha.:)

    ResponderEliminar
  50. NÃO! NÃO! NÃO ACERTEI!!!

    ResponderEliminar
  51. Nina
    O Lago Sanábria fica junto a Bragança (uns 30 km), direcção norte, atravessando a serra de Montezinho, perto de Rio de Oñor, em Puebla Sanábria. Já fiz esse trafecto e conheço bem a zona.
    Chaves fica a mais de 70 km.
    Claro que Chaves fica pertíssimo de Verin, mas penso que a ematejoca estaria a pensar em Bragança, por ter falado no frio e na Pousada.
    .
    .

    ResponderEliminar
  52. ematejoca
    Tal como me tinha parecido, havia aó qualquer coisa que me fazia pensar que não.
    Bj
    Bom domingo !

    ResponderEliminar
  53. Quando aqui chego já todo o mundo descobriu o enigma! Mas é sempre bom vir aqui, quanto mais não seja para desejar um bom dia para todos.
    Desejo para todos um bom Domingo.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  54. Tens razão, amigão, mas como eu já fui à Sanábria pelos dois sítios, poderia ser.:)
    bji

    ResponderEliminar
  55. Claro que conheço o Lago de Sanabria! Já almocei num restaurante nas suas margens, não tão bem como em Chaves ou em Bragança mas enfim... :-))

    Abraço

    ResponderEliminar
  56. Então e não é que eu nunca fui a Sanábria?!?!?

    Fica desde já aqui prometido que a próxima vez que eu vá comprar um fumeiro maravilhoso a Trás-os-Montes (prometo não me esquecer de qualquer chave) aproveito e vou ao tal Lago que a Nina falou.

    Eu costumava ir a Verin todos os anos fazer as compras de Natal. O polvo de barrica espanhol era estupidamente mais tenro quando comparado com o fresco vendido por cá e, lá em casa, ninguém dispensava o polvo ao lado do belo bacalhau cozido com todos em Noite de Consoada.

    Bom Domingo para todos

    ResponderEliminar
  57. Teófilo Silva
    É verdade, caro Teófilo ! … Isso só comprova a altíssima qualidade dos “participantes” ! :)))

    Abraço !
    .

    ResponderEliminar
  58. Nina
    Temos ambos ! Não disseste tolice nenhuma. :)) É evidente que para quem estiver perto de Chaves, será mais perto ir por lá ! :))
    Sempre que eu ia para o Norte e Leste de Espanha, também preferia passar por Verin e Puebla Sanábria, indo do Porto.

    jinho
    .

    ResponderEliminar
  59. Rosa dos Ventos
    Muito típica aquela terra ! … e lindo também Rio de Onor, que curiosamente é metade espanhol e metade português.
    … e depende do que se coma ! :)))

    Bj
    .

    ResponderEliminar
  60. Tite
    De Verin, lá ainda são uns 60 km com muitas subidas ! :))
    O polvo espanhol, às rodelinhas, como entrada, é uma maravilha !
    … e é verdade : toda a gente de Chaves não dispensa o polvo cozido na noite da Natal ! :))
    .

    ResponderEliminar
  61. Rui,

    Há mais de um dia que estou a tentar recordar-me (a propósito do norte de Portugal e dos espanholitos : )) do nome de uma pousada onde fiquei uma ou duas noites. A memória lá fez um esforço: São Teotónio em Valença do Minho. Sabes se ainda existe? Como o passeio já foi feito há uns vinte anos não me recordo de tudo mas sei que o norte de Portugal é um esplendor! Até mais que o sul... : ( devo confessar! Abraço. Agora vou ler o teu novo post. Vamos lá ver se alguém acertou.

    ResponderEliminar
  62. Catarina
    Estou a chegar agora a casa.
    A Pousada ainda funciona e em melhores condições, porque foi melhorada.
    Neste link abaixo, de há um ano, estive lá e fiz este post, sobre o interior das muralhas e a "alcatifa" em sua volta.
    A Pousada fica na parte mais próxima no interior das muralhas, aquele edifício mais largo.
    http://coisas-da-fonte.blogspot.com/search?q=muralhas+alcatifadas
    .

    ResponderEliminar
  63. Obrigada, Rui. Já li o post.
    Há vinte anos era considerada uma boa pousada. Lamento não encontrar as fotos que tirei naquele local – numa era pré-digital!
    Abraço, Rui.

    ResponderEliminar
  64. Catarina

    Por nada, Cat. :))
    Hoje, o interior das muralhas está bastante melhor, porque há uma grande afluência de espanhois e tudo aquilo "funciona" como uma grande feira !
    Em Portugal a "categoria Pousadas" é sempre uma boa escolha, mas um pedacinho mais cara que hotel.
    Esta ,em particular, tem a localização muito agradável e próxima de Espanha para se dar "um saltinho".

    Bj
    .

    ResponderEliminar