29/05/2011

PARA DESANUVIAR

Porque hoje é Domingo e para vários gostos:


José Sócrates consulta uma vidente . A vidente concentra-se, fecha os olhos e diz:
- Vejo o senhor a passar numa avenida, num carro aberto, e o povo a acenar.
Sócrates sorri e pergunta: - Essa multidão está feliz?
- Sim, feliz como nunca!
- E o povo corre atrás do carro?
- Sim, à volta do carro, como loucos. Os polícias até têm dificuldade em abrir caminho.
- As pessoas estão com bandeiras?
- Sim, bandeiras de Portugal e faixas com palavras de esperança e de um futuro melhor.
- A sério? E as pessoas gritam, cantam?
- Gritam frases de esperança: 'Agora sim!!! Agora tudo melhorará! '
- E eu, como é que reajo a tudo isso?
- Não dá pra ver.
- Porque não?
- Porque o caixão está fechado.



À porta da barbearia estava um papagaio.
Sempre que a Antónia passava por lá ele dizia: "Ó P*ta!"
Ela já farta, um dia queixou-se ao dono...
Ele, para castigar o papagaio, pintou-o de preto.
Dois dias depois a Antónia passou à porta e o papagaio não disse nada...
Perguntou ela: "Então já não dizes nada?"
O Papagaio respondeu: "Quando estou de smoking não falo com p*tas".



O João estava a cortar a relva do jardim quando repara num novo vizinho a mudar-se para a casa do lado.
Curioso aproxima-se dele e após as apresentações da praxe, Miguel, o novo vizinho, diz-lhe que é Professor de Dedução Empírica.
João - Dedução Empírica?! Que é isso?
Miguel - Bem, deixe-me dar-lhe um exemplo...
Estou a ver que tem uma casota para cães.
Deduzo que tenha um cão.
Se tem um cão é provável que tenha filhos.
Se tem filhos é mais que normal que tenha esposa.
Se tem esposa sou forçado a deduzir que é heterossexual.
João - Isso é muito fixe!
Separam-se e João vai conversar com o outro vizinho, Zé, que também tinha reparado na mudança para a casa ao lado.
Zé - Novo vizinho... Que faz ele?
João - É Professor de Dedução Empírica.
Zé - Dedução Empírica?! Que é isso?!
João - Deixa dar-te um exemplo. Tens um cão?
Zé - Não.
João - Então, és Paneleiro!



Uma mulher apaixonada envia um SMS, com muito amor, ao seu amado alentejano, dizendo: Meu amor, se estás a dormir, envia-me os teus sonhos!
Se estás a rir, envia-me o teu sorriso!
Se estás chorando, envia-me as tuas lágrimas!
Eu amo-te!
Ao que o homem responde... Mê amore .... tou cagando.
Queres que te envie alguma coisa?

.

8 comentários :

  1. Viva a boa disposição. Todas são boas, mas a 2ª e a última estão o máximo.
    Um resto de bom domingo.

    ResponderEliminar
  2. Rir ainda não paga imposto! :-))))))))

    Abraço

    ResponderEliminar
  3. Para desanuviar?

    Ó Rui, tem lá santa paciência!

    A obrigares-me a ir estudar a estas horas...

    ;)

    ResponderEliminar
  4. Boas para desanuviar sim senhor !
    Um abraço

    O comentário tive de o enviar através da opção URL, por via "Conta Google" não está a dar !

    ResponderEliminar
  5. :-D
    Genial! :-)
    Uma óptima semana.
    Abraço :-)

    ResponderEliminar
  6. Essa do alentejano é muito porca. hehehehehehehehe.

    ResponderEliminar
  7. Todos
    Catarina, Sonhadora, Rosa dos Ventos, Oops!!!, Ricardo Santos, JP, L.O.L..

    Obrigado a todos pela presença e pelo comentário.
    Isto hoje foi mesmo para descansar !
    … Esperem-lhe pela volta ! :))
    Isso, claro, para quem estiver disposto a divertir-se (???). rsrsrsrs
    Prometo-lhes que “vai aquecer” mesmo e vai ser ainda hoje ! :)

    Então até já !
    .

    ResponderEliminar