09/07/2011

O LÍQUIDO IMPRESCINDÍVEL

Re-editado

Como encontrar a resposta :
Depois de se concluir que se tratava da viagem de circum navegação de Fernão de Magalhães, em 1519-1522 bastaria pesquisar, por exemplo :
"Magellan spent more on * than weapons " , para saber que se tratava do Sherry.



NINA, 1ª a falar na bebida concreta, Sherry
FÁTIMA, explicou muito bem do que se tratava, embora não tenha referido exactamente a bebida.
SONHADORA e ROSA DOS VENTOS, com as dicas, chegaram dificilmente ao Sherry, Jerez.
JULIE D’AIGLEMONT, (como mulher do Norte) optou pelo V. do Porto, carago !

Obrigado a : L.O.L., TEÓFILO SILVA, AC, que foram pela água e a
MARIA e DIGITAL INFOR que ficaram com muita sede !



Sherry (link) é um vinho fortificado feito de uvas brancas que são cultivadas perto da cidade de Jerez ( Jerez de la Frontera ), Espanha, perto de Gibraltar .
Em espanhol , ele é chamado vino de Jerez ou Xeres

A palavra "sherry" é uma anglicização de Jerez. Na Europa, "Sherry" é uma denominação de origem protegida , em direito espanhol, todo o vinho rotulado como "sherry" deve legalmente vem do Triângulo Sherry, que é uma área na província de Cádiz entre Jerez de la Frontera

História da Sherry (link)

Jerez de La Frontera foi um centro de viticultura que foi introduzida em Espanha pelo fenícios em 1100 aC.
Até o final do século 16 tinha uma reputação na Europa como o melhor vinho do mundo.
Christopher Columbus , levou o sherry na sua viagem ao Novo Mundo e quando Fernão de Magalhães se preparou para navegar ao redor do mundo em 1519, transportou mais sherry que armas.
O Vinho Xerez tornou-se muito popular na Grã-Bretanha, especialmente depois que Francis Drake saqueou Cadiz em 1587. Entre os despojos Drake levou de volta, depois de destruir a frota, 2.900 barris de xerez que estavam em terra à espera de ser carregados a bordo de navios espanhóis.


INICIAL :


Inícios do Séc. XVI (por volta dos anos 20) . Uma enorme e perigosíssima viagem marítima, cheia do "desconhecido", no mar, em terra, no tempo e em encontros imprevistos !

Com tanto mar salgado pela frente, iriam ter que fazer pausas de abastecimentos e reconhecimento no maior número possível de zonas de terra firme nas quais tudo, tudo, era desconhecido.

Os marinheiros deveriam ir bem armados para fazer face a todos os perigos inesperados que pudessem surgir !

Um precioso líquido, verificou-se ser mais essencial que o armamento e no qual foi gasto um valor bastante maior.

Sabem de que líquido se tratava ? (vou sugerir alguns, por ordem alfabética, mas há outros) ;))
O líquido deverá ser especificado com rigor.

Água Pura, Álcool puro, Cerveja, Gasóleo, Gasolina, Gin, Martini, Petróleo, Red Bull, Rhum, Sangue, Sherry, Soro fisiológico, Sumo de fruta, Vinho de mesa, Vinho do Porto, Vodka, Whisky, ...
.

51 comentários :

  1. Seria o H2O ????
    lololololol.

    ResponderEliminar
  2. Sou da mesma opinião do L.O.L.
    H2O, porque por mar havia dificuldade em conseguí-la. A não ser que aproveitassem a que tinham à mão e lhe pusessem açúcar! lol lol

    ResponderEliminar
  3. Teria que ser álcool para aguentarem ...cantando e rindo! :-))

    ResponderEliminar
  4. Para além da água, da vitamina C para combater o escorbuto, tinham que ter o rum ou qualquer bebida alcoólica para alegrar a malta.

    ResponderEliminar
  5. Aproveito para dizer que ainda estou os os carneiros "atravessados".

    ResponderEliminar
  6. Rui,
    Este é, seguramente, um texto com muita água... :))

    Abraço

    ResponderEliminar
  7. Um líquido?
    Esta agora!
    E eu que queria pesquisar castelos.:)

    ResponderEliminar
  8. A expedição comandada pelo português Fernão de Magalhães conseguiu dar, pela primeira vez na história, uma volta completa no globo terrestre. Foi um enorme porre: Magalhães investiu mais em bebida do que em armas, e sua esquadra de 5 navios carregava um gigantesco suprimento de vinho (cujo valor seria suficiente para comprar mais duas caravelas). Já o navio Arbella, no qual os ingleses foram colonizar a América, levava inacreditáveis 40 mil litros de cerveja e 40 mil litros de vinho – contra apenas 12 mil litros de água. Nenhum navegador que se prezasse entrava no mar sem o “tanque cheio”.

    Bjs.

    ResponderEliminar
  9. Parece que dava para comprar mais duas caravelas...

    ResponderEliminar
  10. Que giro!
    Estive no mesmo site que a Fá e escrevi a resposta sem ver a dela.
    Aqui:
    http://www.entresembater.netvyrtua.com/a-historia-da-bebida/index.asp

    ResponderEliminar
  11. E que tal uma voltinha ao Gerês?:)

    ResponderEliminar
  12. (já percebi a escolha da bebida. Com aguardente pelo meio e parecido ao vinho do porto, não admira que o navegador o preferisse às armas!:))

    ResponderEliminar
  13. O rhum só começou a ser apreciado no século XVII, por isso aposto no vinho.

    ResponderEliminar
  14. Nina

    Se o teu comentário é dica só pode ser o Sherry.
    Não tenho disso aqui na zona do Jerez.

    ResponderEliminar
  15. Binho do Puorto, de certezinha, carago. Eheheheh Beijos

    ResponderEliminar
  16. Ora diz lá que não tinha bom gosto, o nosso navegador.:)

    ResponderEliminar
  17. És muito exigente! Não chega álcool?! :-))
    Tenha o nome que tiver tem que ser uma bebida que aqueça o corpo e a alma! :-)

    ResponderEliminar
  18. Novo desafio musical:

    http://ocantinhodomestre.blogspot.com/2011/07/desafio-musical-n-5.html

    :D

    ResponderEliminar
  19. L.O.L.
    Não me parece ¡ :)) De resto era bastante barata ! rsrs
    .

    ResponderEliminar
  20. Teófilo Silva
    Rsrs Seria pouco dinheiro ! :)
    .

    ResponderEliminar
  21. Rosa dos Ventos
    É uma aproximação ! ... para tratar das feridas ou para acidentes dava jeito ! ... mas é um bocado genérico ! :)
    .

    ResponderEliminar
  22. Sonhadora
    Já não seria mau e era uma opção a ter em conta, mas continua a ser genérico ! :))
    Tentei ajudar o possível nos carneiros ! rsrsrs
    .

    ResponderEliminar
  23. AC
    É a maior das verdades ! rsrsrsrs
    Abraço
    .

    ResponderEliminar
  24. Nina
    Castelos no mar é difícil ! Seria mais fácil na areia ! :)))
    Olha que tem havido muitos ! ... até no ar ! :))
    .

    ResponderEliminar
  25. Fatima
    Boa, Fá ! Estás no teu “ambiente” ! :))
    Só um pequeno pormenor: Não conseguiu comandá-la até ao fim !
    Pelo teor da resposta eu sei que a especificação da bebida está implícita !
    .

    ResponderEliminar
  26. Nina
    Claro que também está certo ! Isto é que eles bebiam ! A água do mar deve fazer muita sede ! ... e estar longe da família não devia ajudar muito ! :))
    Sabes a grande diferença destas 2 bebidas ? Uma interrompe a fermentação a meio, com aguardente vínica e acaba a fermentação em garrafa (Ruby) ou barril (Tawny) e a outra só adiciona a aguardente no fim da fermentação.
    (mais antiga que o V.do Porto ).
    .

    ResponderEliminar
  27. Sonhadora
    Como já disse antes, “vinho” como “álcool” é muito genérico !
    Alto lá ! ... :)) Pois é ! ... o do “Gerês” ! Está à porta ! :))
    .

    ResponderEliminar
  28. Julie D’aiglemont
    Carago Julie, infelizmente não ! … É parecido, mas não é !
    Eu gosto muito mais do “Porto” ! ... mas ambos dão para falhar a pontaria !
    rsrsrs
    .

    ResponderEliminar
  29. Rosa dos Ventos
    Sabes, Rosa ?... Há umas que aquecem melhor que outras, daí a especificação exigida ! :)) ... tem características muito especiais.
    Ainda há dias disseste que eu estava a ser muito pouco exigente ! :))
    .

    ResponderEliminar
  30. L.O.L.
    Já lá fui ¡ Se o comentário não aparecer é bom sinal ! :))

    .

    ResponderEliminar
  31. É curioso que me lembro da Fá sempre que aqui aparece História...e do pudim de caramelo:)
    Nesse site, onde ambas estávamos, não aparecia o nome do vinho, mas como professora de História este não lhe escapou:)
    Sobre a diferença entre este vinho e o vinho do Porto... o que aqui se sabe!
    Estou para ver o que é o que o oops!!! vai dizer (a produção da casa é vinho do Porto...e ele está para lá.:))

    beijinhos e venha o post das princesas:))

    ResponderEliminar
  32. Agora fiquei com sede, vou beber qualquer coisa :P

    Beijinho :)

    ResponderEliminar
  33. Nina um pudim de caramelo feito a três, lembras? hihihi

    ResponderEliminar
  34. já entrei aqui diversas vezes, pesquisei na net e continuo sem saber o que responder, bolas você também podia ajudar um pouco em vez disso só complicou com tantos exemplos e ainda à mais.
    lololololo
    Eu vou pelo petróleo, é um tiro no escuro mas é o que se pode arranjar.
    Bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  35. Então não lembro, nequinha!:))

    ResponderEliminar
  36. Nina
    Sabes que considero o Vinho do Porto o melhor vinho do mundo, sem qualquer dúvida e devo dizer-te que já devo ter bebido (provado) quase tudo que existe ! Foi durante anos uma das coisas que me “apaixonou” !
    Olha que vai sair um post de princesas :) (a pedido) !
    .

    ResponderEliminar
  37. Rosa dos Ventos
    Exactamente, Rosa ! Pode ter vários nomes : Sherry, Jerez, Xeres, já para não falar nas características das variantes que podem ter , desde os mais “secos” aos mais “doces” !
    De Jerez de la Frontera, zona de Cádiz, Espanha.
    No século XV, considerado o melhor vinho do mundo e lembra-te que o “Serviço” foi feito sob o patrocínio espanhol ! :))
    .

    ResponderEliminar
  38. Digital infor
    Imagina os líquidos que se podem levar num barco para não se sabe quantos anos ! :)) Claro que o Sherry do Séc. XV era a coisa melhor do mundo para manter o ânimo durante tanto tempo !
    Bom fim de semana
    .

    ResponderEliminar
  39. maria, Nina
    Estejam à vontadinha ! ... vai sempre bem um pudim de caramelo “à Fatima way” com um Pedro Ximenes ou ainda melhor com um Tawny velho e uma conversa agradável ! :))
    .

    ResponderEliminar
  40. Se não fosse a Nina... :-))
    Nunca provei!

    ResponderEliminar
  41. Rosa dos Ventos
    Digamos que é uma das bebidas que, nas suas versões doces, mais se aproxima ao vinho do Porto.
    Quanto mais não seja por uma questão de cultura geral, lê os links do post, que ficas a fazer uma ideia !
    .

    ResponderEliminar
  42. Oh!:(
    Vai?:)))
    Posso pedir-te que não o coloques hoje, posso?
    Os meus pais vão chegar com o meu sobrinho e vamos, todos, assistir ao exame de Karaté com o pirralhito.
    Queria tanto poder participar!:)
    beijinhos pedinchões.:)

    ResponderEliminar
  43. Correcção: exame de karaté do pirralhito:)

    ResponderEliminar
  44. O que eu aprendo contigo...e com os outros e outras, obviamente! :-))

    ResponderEliminar
  45. Nina
    Desculpa, Nina ! ... Não vi a tempo. Tinha o post agendado para as 12 e agora ao passar por aqui para ver se tinha entrado é que vi ! :(( Sorry !
    Uma boa tarde para vocês todos ! :))
    .

    ResponderEliminar
  46. Rosa dos Ventos
    O que nós aprendemos todos, uns com os outros !
    :)))
    Pela minha parte, obrigado !
    É por isso que gosto mais do Blog do que do FB ! :))
    ... mas muito especialmente da bela amizade e bom ambiente que por aqui se vive ! :))

    Bj
    .

    ResponderEliminar
  47. Eu teria optado pela água (como respostas, evidentemente).

    Isto de responder depois de saber a solução parece ser mais prático; sei antecipadamente que errei.

    1 abraço!

    ResponderEliminar
  48. Kok
    Intencionalmente falei em tanto mar salgado pela frente para induzir a ideia do não salgado=água ! :))
    ...mas realmente temos que concordar que passar 4 anos no mar, longe da família e de todos não deveria ser nada fácil em umas "pingas" para esquecer e alegrar ! :))
    .

    ResponderEliminar
  49. Concordo.
    Na falta de tudo o resto (tudo mesmo? bolas...)
    um licoroso sempre acalmaria a coisa (?)

    1 abraço.

    ResponderEliminar
  50. Kok
    Eu já tinha dito que para mim não há nada como um bom Tawny velho !
    ... mas um PX (Pedro Ximenes) é também ótimo !
    :)))
    Abraço
    .

    ResponderEliminar